publicidade
28/06/20
Muheres, negros e LGBTs poderão denunciar violência através do aplicativo e site do Náutico. Foto: Léo Motta/JC Imagem
Muheres, negros e LGBTs poderão denunciar violência através do aplicativo e site do Náutico. Foto: Léo Motta/JC Imagem

Náutico lança ferramentas de denúncias para auxiliar mulheres, negros e LGBTs

28 / jun
Publicado por Fernando Castro em Náutico às 13:16

No Dia Internacional do Orgulho LBGT, o Náutico se uniu a causa e lançou, neste domingo (28), duas ferramentas para auxiliar pessoas da comunidade em denúncias contra violência. Tanto o aplicativo quanto o site oficial do clube reservam espaços para as queixas. Em apoio ao movimento Vidas Negras Importam e na luta contra a violência doméstica, o Timbu também abriu espaço nas plataformas para mulheres e negros denunciarem os crimes de racismo e agressão às mulheres.

Nas redes sociais, em apoio as causas, o Náutico se manifestou divulgando números referentes aos casos de violência. “No primeiro quadrimestre de 2020, houve o aumento de 48% nos assassinatos de transexuais no País. Em abril, quase 10 mil mulheres denunciaram violência doméstica no Ligue 180, do Governo Federal. E como ficar alheio ao #VidasNegrasImportam, movimento contra a violência racial?”.

Com a nova ferramenta, agora o aplicativo NAU conta um botão exclusivo para denúncias. Já o site alvirrubro trará, dentro da aba “contato”, um botão que ajudará neste procedimento. Para ter acesso ao serviço baixa ter o aplicativo instalado no celular ou acessar o site do Náutico. O aplicativo oficial do clube é gratuito e pode ser baixado tanto para Android quanto para IOS.

Foi pensando em ajudar as vítimas a externar e denunciar todo e qualquer tipo de violência que o Náutico aderiu a esta campanha. Não é momento de se calar ou de aceitar agressões. O Timbu está junto nessa!

Náutico

O torcedor alvirrubro que for utilizar a ferramenta no site do Náutico será redirecionado para o site do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Já pelo aplicativo, quem clicar no botão de denúncia poderá escolher entre discar 180 (violência contra mulher) ou 100 (violência contra LGBTs e casos de racismo). “Finja que vai fazer uma compra no APP ou ler uma notícia no site do Timbu”, disse o comunicado do clube. Nas redes sociais, a maioria dos torcedores aprovaram a ação.

LEIA MAIS

Política, família, futuro no Náutico e legado: confira entrevista com Edno Melo

TV’s de Náutico, Santa Cruz e Sport assumem maior protagonismo na criação de conteúdo

Possíveis mudanças na transmissão do futebol no Brasil abrem portas para o streaming dos clubes

PASSO A PASSO

SITE

> Acessar www.nautico-pe.com.br
> Ir na aba “Contato”
> Clicar em “Denuncie violência”
> Você será redirecionado para o site do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

APLICATIVO NAU

> Baixar o aplicativo na APP Store ou Play Store
> Com ele aberto, abrir o menu lateral clicando nos três traços na parte superior
> Clicar em “Denuncie violência”
> Escolher entre Disque 180 (violência contra mulher) e Disque 100 (violência contra LGBTs e casos de racismo)
> Efetuar a chamada


FECHAR