publicidade
28/05/20
Montreal Impact é comandado pelo francês Thierry Henry. Foto: AFP
Montreal Impact é comandado pelo francês Thierry Henry. Foto: AFP

MLS americana autoriza treinos em pequenos grupos e com restrições

28 / maio
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 18:57

AFP – A Liga Americana de Futebol (MLS) autorizou nesta quinta-feira que suas equipes realizem treinamentos em pequenos grupos, mas mantendo distâncias entre os jogadores, em mais um passo rumo à retomada da competição durante a pandemia de coronavírus.

A MLS, suspensa em 12 de março, permitiu que os jogadores se exercitassem individualmente desde 6 de maio, sem interações entre eles.

Com as novas regras, em cada metade do campo poderão ser formados grupos de até seis jogadores – com uma distância mínima de três metros entre os atletas – para que possam realizar mais exercícios técnicos, como passes e chutes a gol.

“Todas as sessões de treinos em pequenos grupos são voluntárias e não podem entrar em conflito com as políticas locais oficiais de saúde pública”, afirmou a MLS em um comunicado.

LEIA MAIS

> “Meu futuro está no Atlético de Madrid”, garante meia Héctor Herrera

> Campeonato italiano será retomado no dia 20 de junho, anuncia ministro do esporte

> Toulouse recorre ao Conselho de Estado francês contra rebaixamento na Ligue 1

Antes do início dessas sessões, os clubes devem apresentar um plano específico aprovado por sua equipe médica e especialistas locais. Os treinos com toda a equipe continuarão sendo proibidos até o dia 1º de junho, no mínimo.

Pelo menos 22 das 26 franquias da MLS conseguiram abrir as instalações para seus jogadores este mês depois de receber autorização das autoridades locais. Os últimos a retomarem as atividades nesta semana foram o Montreal Impact, comandado pelo francês Thierry Henry, e as duas equipes de Nova York: o New York City FC e o New York Red Bulls.

Uma das franquias ainda que não voltou, o DC United, anunciou nesta quinta-feira que retomará os treinos na sexta-feira na cidade de Leesburg (estado da Virgínia), a 60 quilômetros da capital dos Estados Unidos, Washington.

Como o restante das principais ligas esportivas do país, a MLS está trabalhando em um plano para voltar às competições em meio à pandemia de COVID-19.

Segundo a mídia digital The Athletic, a liga planeja organizar um mini-torneio a partir de julho no complexo esportivo da Disney World em Orlando, na Flórida, o mesmo local onde a NBA poderá ser retomada.

O plano, que ainda não está finalizado, inclui uma fase de grupos e mata-mata com todos as partidas com portões fechados.

De acordo com o The Athletic, a MLS prevê que os jogos disputados na fase de grupos contarão para a classificação da temporada 2020, que eles esperam que possam ser retomados nos estádios das equipes até o final do ano, com a possibilidade de um calendário reduzido.

A temporada 2020, suspensa em 12 de março com apenas duas rodadas disputadas, deve terminar em novembro, mas a MLS já anunciou que poderá ser prorrogada, dependendo do impacto da pandemia.


FECHAR