publicidade
27/05/20
Golaço de Martinez deu a vitória ao Náutico. Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Golaço de Martinez deu a vitória ao Náutico. Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem

Relembre, na voz de Roberto Queiroz, Náutico 1×0 Bahia pela Série A de 2012

27 / maio
Publicado por Lucas Holanda em Multimídia às 13:14

Dando sequência a série Memória, que relembra jogos marcantes do futebol pernambucano com narrações históricas do Escrete de Ouro da Rádio Jornal, o escolhido desta quarta-feira é a vitória do Náutico por 1×0 contra o Bahia, em um duelo válido pelo Campeonato Brasileiro de 2012, realizado no estádio dos Aflitos. Com gol do volante Martinez aos 42 minutos do segundo tempo, o Timbu derrotou o Tricolor de Aço e conquistou uma das grandes vitórias daquela belíssima campanha, que resultou em classificação para a Sul-Americana de 2013. A narração do gol é de Aroldo Costa, o Maior Gol do Mundo.

O JOGO

O Náutico chegava para enfrentar o Bahia com muita moral. Isso porque o Timbu havia goleado o São Paulo por 3×0 na rodada que antecedeu o duelo nordestino – e no estádio dos Aflitos. No entanto, para essa partida, a equipe alvirrubra chegou desfalcada de cinco titulares: o zagueiro Ronaldo Alves, o lateral-direito Patric, o volante Elicarlos, o meia Souza e o artilheiro Kieza.

Mesmo desfalcado de cinco pilares do então time titular, o Náutico até criou boas chances no primeiro tempo, mas não conseguiu abrir o placar. Na melhor oportunidade, o atacante Rhayner fez boa jogada individual, mas na hora de finalizar foi travado e o chute saiu mascado, facilitando a boa defesa de Marcelo Lomba. Pelo lado do Bahia, o Tricolor também conseguia algumas escapadas. Na melhor delas, o meia Gabriel recebeu bom passe e saiu na cara de Gideão, mas chutou para fora.

LEIA MAIS

Federação Francesa de futebol não aceita pedido de ampliação no número de clubes na segunda divisão

Messi revela que recomeço do futebol pós-pandemia será “estranho”

Premier League autoriza treinamentos com contato

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou com o Bahia tendo a primeira grande chance da etapa final. O meia Mancini cobrou falta e o volante Fahel cabeceou, obrigando o goleiro Gideão a fazer uma defesa espetacular. Depois disso, o jogo deu uma esfriada. O Timbu não conseguia furar o bloqueio feito pelos baianos e só foi criar uma chance aos 34 do segundo tempo, quando Victor Lemos foi afastar o perigo do ataque alvirrubro e a bola acabou batendo em Rhayner e por pouco não entrou.

O lance animou o Náutico, que seguiu fazendo o abafa em busca do gol da vitória. Aos 42, o volante Martinez recebeu um passe no meio-campo, carregou por alguns metros e soltou uma bomba de fora da área, marcando um golaço para os alvirrubros conquistarem o triunfo. Depois disso, só foi o Timbu segurar o resultado e confirmar a derrota dos baianos nos Aflitos, palco que derrubou tantos gigantes no Brasileirão daquele ano.

FICHA TÉCNICA

Náutico: Gideão; Alessandro, Marlon, Jean Rolt e Douglas Santos (João Paulo); Dadá, Martinez, Rhayner e Rogerinho (Lúcio); Kim (Rico) e Araújo. Técnico: Alexandre Gallo

Bahia: Marcelo Lomba; Neto, Danny Morais, Titi e Hélder (Lulinha); Fahel, Fabinho (Diones), Victor Lemos e Mancini (Ciro); Gabriel e Souza. Técnico: Eduardo Barroca (Caio Júnior estava suspenso)

OUÇA O GOL NA VOZ DE ROBERTO QUEIROZ


FECHAR