publicidade
07/04/20
Festa com invasão nos Aflitos fez a torcida do Náutico extravasar de alegria em 2019. Foto: Márcio Carvalho/Cortesia
Festa com invasão nos Aflitos fez a torcida do Náutico extravasar de alegria em 2019. Foto: Márcio Carvalho/Cortesia

Memória: no aniversário do Náutico, relembre o jogo do acesso à Série B de 2020 na voz de Aroldo Costa

07 / abr
Publicado por Lucas Holanda em Multimídia às 18:42

Dando sequência a série Memória, que relembra jogos marcantes com narrações do Escrete de Ouro da Rádio Jornal, o escolhido desta terça-feira é o jogo que colocou o Náutico na Série B de 2020. Após empatar por 2×2 com o Paysandu no tempo normal, o Timbu levou a melhor nos pênaltis. No entanto, foi um jogo com um roteiro dramático, com direito a gol do meia Jean Carlos no último minuto. A partida também ficou marcada pela narração espetacular do Maior gol do Mundo: Aroldo Costa.

O JOGO

Para se classificar sem precisar de pênaltis, o Náutico precisava vencer no tempo normal. E com o estádio dos Aflitos lotado, o Timbu foi para cima e teve duas chances para abrir o placar, mas não conseguiu converter. E o castigo veio aos 24. Vinicius Leite chutou de fora da área, a bola desviou em Diego Silva e tirou o goleiro Jefferson da jogada. A bola bateu na trave e entrou.

E a situação só não ficou pior porque o zagueiro Camutanga salvou em cima da linha o chute do atacante Nicolas. O Timbu foi para o intervalo em desvantagem e precisando ao menos empatar para seguir vivo em busca do acesso.

LEIA MAIS

Presidente do Náutico critica antecipação de cota da CBF: “perigosa”

Com contratos longos, diretoria do Náutico segura destaques do elenco

No aniversário de 119 anos, Náutico reforça conscientização: ‘Fiquem em casa’

SEGUNDO TEMPO

Se a situação já tava ruim, piorou aos 10′ do segundo tempo. Nicolas recebeu o cruzamento e completou de letra para o fundo do gol, deixando o Paysandu em vantagem. No entanto, a história começaria a mudar para o Náutico aos 19′. William Simões cruzou e Álvaro cabeceou para o fundo das redes.

O Náutico seguiu pressionando e, de tanto insistir, conseguiu empatar o jogo. O árbitro marcou pênalti para o Timbu após Uchôa colocar a mão na bola dentro da área. Depois de muita confusão, Jean Carlos foi para cobrança e levou o jogo para os pênaltis. Nas penalidades, a equipe alvirrubra derrotou o Papão por 5×3 e garantiu vaga na Série B deste ano.

OUÇA A NARRAÇÃO DESTE JOGO HISTÓRICO NA VOZ DE AROLDO COSTA


FECHAR