publicidade
04/04/20
Ítalo Mendes também reforçou que o Santa Cruz não vai demitir ninguém. Foto: Léo Motta/JC Imagem
Ítalo Mendes também reforçou que o Santa Cruz não vai demitir ninguém. Foto: Léo Motta/JC Imagem

“Não vamos deixar faltar alimento para o trabalhador”, diz membro do conselho gestor do Santa Cruz

04 / abr
Publicado por Lucas Holanda em Notícias às 14:23

Em meio à pandemia mundial do novo coronavírus, ainda não se sabe quando o futebol vai retomar suas atividades de forma regular. Diante desse cenário de paralisação, as receitas dos clubes caem bastante. E se a situação já complica para os atletas, imagina para os funcionários que recebem salários mais baixos. No entanto, em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal, um dos membros do conselho gestor do Santa Cruz, Ítalo Mendes, destacou que nenhum trabalhador vai ser demitido e que o importante é não deixar faltar o alimento na mesa durante este momento tão complicado.

“Todas aquelas remunerações que são abaixo de R$ 3.135 podem ser totalmente subsidiados pelo governo através do seguro desemprego, obviamente obedecendo as regras do seguro. A política do clube, como clube do povo e de integração, é manter 100% do quadro de funcionários hoje, em uma política de que temos que atravessar isso juntos essa situação. Não vamos deixar faltar o alimento na mesa do trabalhador. E o clube está preocupado com essa situação, não vamos demitir ninguém, vamos manter rodo mundo e, após a passagem dessa situação, vamos analisar todo o cenário. Se puder suportar da maneira que está e manter as receitas em sua integralidade, a gente vai manter tranquilamente”, contou ítalo Mendes.

LEIA MAIS 

Com a dificuldade financeira, Conselho Gestor do Santa Cruz vem procurando administrar pagamento de passivos

Morre Naná da kombi, ilustre torcedor do Santa Cruz

Atacante valoriza sequência de jogos no Santa Cruz no primeiro ano como profissional

FORMAS PARA TENTAR MINIMIZAR OS DANOS DA CRISE

Ítalo Mendes também aproveitou para comentar algumas medidas que o Santa Cruz vem estudando para tentar minimizar os danos da crise causada pela pandemia do novo coronavírus. E o membro do conselho gestor aproveitou para reforçar o pedido para o associado que puder continuar pagando as mensalidades do clube.

“Pela nova MP 936, o processo de suspensão de um contrato de trabalho para todos aqueles que recebem abaixo de R$ 3.135 na CTPS pode durar até 60 dias. Então garante esse subsídio para todos nesse período. Inclusive acho que o Bahia vai acabar aderindo também e todos vão acabar aderindo. Aqueles que não precisam ou não tem condições de estar trabalhando por força do isolamento, ou por não ser um serviço essencial no momento para todo mundo se proteger, cada um vai ter que buscar suas maneiras dentro da legalidade”, detalhou o membro do conselho gestor do tricolor.

“Fora isso existem linhas financeiras de crédito disponíveis pelas instituições financeiras bancárias e também estamos trabalhando com recursos legais contratados do clube, sabendo que todo mundo está impactado, mas procurando não zerar nenhum tipo de recebimento. Continuamos pedindo para o associado que puder continue pagando para o clube ter algum tipo de recurso e conseguir manter uma condição mínima para todos de pagamento e funcionamento”, finalizou ítalo Mendes.

 


FECHAR