publicidade
03/04/20
Diego Souza relembrou junto com Sandro Goiano histórias do mundo da bola. Foto: Reprodução/Instagram
Diego Souza relembrou junto com Sandro Goiano histórias do mundo da bola. Foto: Reprodução/Instagram

“O Sport mora no meu coração”, afirma Diego Souza

03 / abr
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 17:39

Em live no Instagram, nesta sexta-feira, o atacante Diego Souza reencontrou o ex-companheiro e volante Sandro Goiano. Os dois jogadores atuaram juntos no Grêmio. O antigo cabeça de área também jogou no Sport, mas numa geração diferente do “Embaixador de 87”. Com vários comentários da torcida rubro-negra pedindo a volta de Diego, Sandro questionou se o ídolo do Leão iria encerrar a carreira em Recife vestindo a camisa vermelha e preta. Na hora, o atual jogador do Tricolor gaúcho não titubeou.

LEIA MAIS

> Sport ainda não procurou jogadores para negociar redução salarial

> Sport lança torneio “Liga do Leão” de futebol virtual

> Sport passa dicas de alimentação para torcida durante pandemia

> Fotógrafos dos times brasileiros se juntam em vídeo de conscientização

> Sport não define redução salarial com atletas e aguarda reunião da CNC

> Náutico, Santa Cruz e Sport fecham março com queda acentuada no número de sócios

> Daniel revela contato semanal com atletas do Sport durante paralisação

“O Sport mora no meu coração”, afirmou Diego Souza. “Morro de saudade de Recife, do Sport”, comentou o atacante em resposta ao comentário de um torcedor rubro-negro.

Na conversa, Diego Souza e Sandro Goiano ainda lembraram do período em que jogaram no Sport ao lado do ex-zagueiro, ídolo e xerife Durval. E, como não poderia ser diferente, rasgaram bastante elogios. “Ali era gente boa de verdade. Para ele, treino era jogo”, disse o atacante. “Aquilo que era jogador de verdade”, comentou o ex-volante.

Os dois amigos ainda brincaram e compararam como Sandro Goiano e Durval marcavam os adversários e os companheiros nos treinos. “Ali batia muitos (risos)”, disse o ex-cabeça de área. “Você nem batia, né? Batia pouco”, retrucou Diego, em tom descontraído.


FECHAR