publicidade
02/04/20
Foto: JC Imagem
Foto: JC Imagem

Náutico, Santa Cruz e Sport fecham março com queda acentuada no número de sócios

02 / abr
Publicado por Luana Ponsoni em Náutico às 17:28

Os apelos dos gestores de Náutico, Sport e Santa Cruz, ao longo desta semana, para que a torcida não deixe de apoiar os clubes não foram por medo do que estaria por vir. E, sim, pela realidade que já se debruçou sobre o Trio de Ferro. Com a paralisação de competições em todo o território nacional e as dificuldades econômicas trazidas pela pandemia do coronavírus, os três maiores clubes de Pernambuco encerram o mês de março com perdas abruptas em seus quadros de sócios. O Leão teve baixa que supera os 3 mil associados, o Timbu recebeu mais de 2.000 pedidos de cancelamento, enquanto a Cobra Coral teve 1.200.

>>Balanço do Flamengo revela valor de venda de Thiago abaixo do especulado pelo Náutico

>>Programa de sócios do Fortaleza cresce 20% em março, mesmo com crise do coronavírus

>>Dirigente do Náutico ressalta momento desafiador em meio a pandemia do coronavírus

>>Centroavante aceita redução salarial para permanecer no Santa Cruz

>>Presidente do Santa Cruz estuda melhor maneira para definir futuro dos jogadres

As perdas chegam no momento em que os clubes se veem sem poder contar com as receitas geradas pelas própria partidas, sem as cotas de participações nas competições e com dificuldades de manter os patrocínios firmados para a temporada. “A gente sabe que a crise está atingindo todo mundo, de todos os setores, e veio em momento inesperado. Mas pedimos ao nosso torcedor que puder honrar com as mensalidades, continue. Ou até se puder trazer novos sócios, para nos ajudar a manter os nossos compromissos. Temos planos a partir de R$ 29,90. Dessa forma, não ficaremos zerados. Temos muitas despezas, inclusive temos patrocinadores que pediram para flexibilizar os pagamentos. E entendemos, claro”, disse o diretor de marketing do Santa Cruz, Guilherme Leite.

Após as perdas do mês de março, o Clube Coral conta com 3 mil sócios adimplente, em se tratando apenas dos titulares, e 6 mil quando são levados em consideração os dependentes. Este ano, especialmente, o clube do Arruda não pode lançar qualquer plano de incentivo ao programa de sócios, de acordo com Guilherme Leite, em razão do estatudo do clube. “Estamos de mãos atadas. Estamos em ano de eleição e o nosso estatuto proíbe qualquer ação nesse sentido. Mas estamos ligando individualmente para cada sócio-torcedor, negociando com quem tem mensalidades atrasadas, fazendo campanha nas redes sociais, mas não podemos criar nada com apelo dieferenciado”, explicou o dirigente.

No Náutico, há novas ações sendo arquitetadas pelo departamento de marketing e comunicação do clube, que devem ser anunciadas, no máximo, até a semana que vem, de acordo com o diretor Luiz Filipe. Até esta quinta-feira (2), o clube conta com 12.789 sócios, mas o diretor de marketing alerta que o número pode sofrer alteração pelos frequentes pedidos de cancelamentos de planos.

No começo da semana, o presidente Edno Melo fez apelo para o torcedor não abandonar o clube. Em seguida, o twitter oficial do Náutico divulgou que, no mês de março, foram recebidos três pedidos de cancelamento de plano, por hora. Essas baixas teriam impactado as receitas do clube em pelo menos R$ 90 mil.

“O cenário é desafiador para todos os setores da economia. O papel do presidente (Edno Melo) é realmente fazer esse apelo aos torcedores. O nosso é desenvolver atratividades e contrapartidas para que os nossos sócios não deixem o clube, para que não nos abandonem. Nem que sejam benefícios para quando as competições retornarem, descontos em materiais licenciados pelo clube. Estamos nos reunindo e vamos ter novidades em breve”, afirmou Luiz Filipe.

RUBRO-NEGRO

Para minimizar o impacto dos mais de 3 mil sócios perdidos, o Sport vai prorrogar a promoção “O Sport é Você” até o mês de abril. Com isso, os novos associados recebem até 50% de desconto nas anuidades dos planos. A meta do Leão, quando lançou a ação em fevereiro, era chegar a 50 mil associados. Mas as baixas com a crise do coronavírus fizeram o clube recuar para os 34.896 desta quinta-feira (2). Para tentar frear a queda brusca no quadro de sócios, o presidente Milton Bivar chegou a divulgar uma carta aberta aos torcedores, apelando para que eles não deixassem de contribuir com o Sport.

UNIÃO

Com cenário difícil para o Trio de Ferro, o presidente do Santa Cruz, Constantino Júnior, sugeriu que Santa Cruz, Sport e Náutico trabalhassem juntos para aumentar e recuperar seus quadros de sócios. “O nosso sócio ainda está muito ligado à presença de campo. Aqui ainda há muito essa cultura do jogo. Talvez o trabalho tenha que ser no sentido de mudar essa cultura e partindo de ações em conjunto entre os três clubes: Santa Cruz, Náutico e Sport. Quanto mais fortes todos estiverem, melhor. Eu quero mais é que o Sport tenha 100 mil, o Náutico, 120 mil, eu (Santa Cruz) 150 mil sócios. O caminho pode ser investir em propagandas em conjunto, dos três clubes. Por exemplo, dividindo um quiosque em um shopping para minimizar os custos. Claro que cada um ia tocar o seu torcedor. Talvez este momento de dificuldade acelere isso e a gente consiga ter a maturidade necessária para trabalhar em conjunto. Se o Sport conseguir 100 mil sócios, parabéns para o Sport. Mas eu vou trabalhar para atingir o meu torcedor”, sugeriu.

 


FECHAR