publicidade
01/04/20
Jogadores do Náutico tiveram seus salários reduzidos. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Jogadores do Náutico tiveram seus salários reduzidos. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Presidente do Náutico prevê retorno do futebol só em maio

01 / abr
Publicado por Gabriela Máxima em Náutico às 11:34

O presidente do Náutico, Edno Melo, acredita que o período de 15 dias não será suficiente para garantir o retorno das atividades no clube alvirrubro. O Timbu atendeu às recomendações do Governo do Estado e suspendeu o funcionamento do Náutico por conta da expansão do coronavírus em Pernambuco. Para o futebol profissional, houve antecipação de 15 dias de férias, prorrogáveis por mais 15 dias.

>> Prioridade do Náutico é reforçar elenco do meio para frente

>> Com postagem de Prior e Babu, Náutico entra na febre do BBB20

Edno explicou que a expectativa de retorno deve acontecer em maio. “Eu acho muito pouco provável esse retorno em 15 dias. Então a gente deve prorrogar (as férias) pelos próximos 15 dias. A comissão técnica pediu que os jogadores se reapresentasse um pouco antes e que fosse feito dessa maneira. Colocasse 15 dias e caso não tivesse perspectiva de retorno, a gente coloca mais 15 dias para retornar as atividades em maio”, comentou o presidente, em entrevista ao programa Bate Rebate, da Rádio Jornal.

Acordo de redução de salários

O mandatário alvirrubro falou que o acordo com os jogadores para acertar a redução de salários nesse período de pandemia foi tranquila. O Náutico reduziu 25% dos salários e preservou o valor de quem receber até R$ 5 mil.

“Foi tranquila. Foi uma conversa de alto nível. O elenco estava bem consciente. As lideranças bem conscientes também. A gente fez uma proposta e eles fizeram um contra proposta. Existiu alguns acertos, poucas coisas bem pontuais. Por exemplo, salários até 5 mil não vai sofrer nenhum tipo de desconto. As férias de 15 dias. A proposta do Náutico acredito que foi uma das melhores entes os clubes da Série B”, concluiu.


FECHAR