publicidade
01/04/20
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

De Bruyne quer prorrogar carreira devido à interrupção causada pela pandemia

01 / abr
Publicado por Karoline Albuquerque em Futebol Internacional às 17:21

Da AFP – O craque do Manchester City, Kevin De Bruyne, vai tentar prorrogar sua carreira por mais dois anos do que havia planejado para compensar o tempo perdido devido à interrupção atual provocada pela pandemia de coronavírus, explicou ele nesta quarta-feira (1º).

A Premier League está paralisada até pelo menos 30 de abril, mas tudo indica que a suspensão será prorrogada, devido à propagação sem precedentes da covid-19. Os clubes vão decidir sobre isso na sexta-feira (3).

LEIA MAIS:

>Jogos entre seleções europeias em junho são adiados pela Uefa

>Philippe Coutinho doa 20 toneladas de alimentos e produtos de higiene

>Mesmo com pandemia do coronavírus, NFL se prepara para realizar a temporada normalmente

“Eu disse à minha esposa que vou jogar um pouco mais”, afirmou De Bruyne em uma conversa no Instagram com outros dois jogadores da seleção belga, Romelu Lukaku e Axel Witsel.

“Depois desse confinamento, não vou poder ficar em casa. Eu disse a ela que vou jogar mais dois anos”, acrescentou.

“É hora de jogar futebol novamente. Sinto falta e está sendo difícil. Mas não somos importantes, o futebol não é importante. As pessoas adoram futebol, mas precisamos ter certeza”, continuou o destaque do City.

De Bruyne revelou que todos os membros de sua família, incluindo seus dois filhos, chegaram a ter problemas de saúde durante este confinamento.

“Estamos em casa há duas semanas, no começo estávamos um pouco doentes, o que nos preocupava, mas agora estamos bem”, disse ele.

“As pessoas me perguntam por que não estou na Bélgica. Estou isolado na Inglaterra. Moro aqui, então estou aqui, com meus filhos e minha esposa”, concluiu.

PODCAST

Veja mais notícias do futebol internacional no podcast Liga do Escrete da Rádio Jornal. No episódio desta semana, a lista dos maiores técnicos do século XXI, quem é melhor Zidane ou Iniesta, além da retrospectiva da campanha da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2006. Ah, na trilha sonora…Pink Floyd!


FECHAR