publicidade
01/04/20
Edno Melo também pediu aos associados que continuem pagando as mensalidades. Foto: Antônio Gabriel/Rádio Jornal
Edno Melo também pediu aos associados que continuem pagando as mensalidades. Foto: Antônio Gabriel/Rádio Jornal

“A torcida pode ter certeza que estamos no mercado”, diz presidente do Náutico

01 / abr
Publicado por Lucas Holanda em Náutico às 16:23

Em meio à pandemia do novo coronavírus, ainda não se sabe quando a bola vai voltar a rolar de maneira regular. No entanto, mesmo com essa incerteza, o Náutico segue no mercado. Em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, o presidente do Timbu, Edno Melo, destacou que a equipe alvirrubra segue monitorando alguns atletas, mas que ainda não tem nenhum jogador acertado. O dirigente também confirmou que o paraguaio Júnior Brítez está no radar, como o Blog do Torcedor e o Jornal do Commercio informaram na última segunda-feira.

“A gente monitorando vários jogadores, não só o Júnior Brítez. Nosso departamento de inteligência colocou no radar alguns jogadores, mas não tem nada acertado com nenhum atleta. Mas a torcida pode ter certeza que a gente está no mercado e atento as oportunidades que devem acontecer. O Náutico deve contratar para essa intertemporada, mas com muita calma para não estourar o orçamento. Isso que está nos ajudando muito. Esse rígido cumprimento do orçamento feito pelo departamento de futebol vem sendo fundamental. É um esforço muito grande. Todo o departamento de futebol vem tendo um esforço muito grande para não estourar o orçamento”, explicou.

LEIA MAIS

Presidente do Náutico prevê retorno do futebol só em maio

Náutico não conseguiu fechar com patrocinador master por crise do coronavírus, diz diretor

Clubes dão férias aos atletas em meio a cenário incerto do futebol brasileiro pela novo coronavírus

SAÚDE FINANCEIRA DURANTE A CRISE

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, o Náutico está de olho no mercado. E para o presidente do clube, isso se deve ao respeito do orçamento que a diretoria de futebol vem tendo.”O que eu posso dizer é que está nos ajudando muito ter o orçamento dentro da realidade do clube. Se a gente tinha algumas fontes de receitas, hoje a gente só tem os associados. Claro que a preocupação é com todos, mas a preocupação maior é com aqueles funcionários que ganham um salário mínimo e que precisam daquele dinheiro para sobreviver. A gente só vai conseguir manter a folha em dia, como está até hoje, com a ajuda dos torcedores. Se eles chegarem junto, contribuírem com as mensalidades, se associando nesse momento tão difícil. Eu acho que é uma forma grandiosa de mostrar o carinho e o amor que eles têm pelo clube. Chegar junto, olhar para os funcionários e ver que tudo o que está sendo feito, tá sendo feito porque o clube tem a torcida do nosso lado.”, finalizou o dirigente alvirrubro.


FECHAR