publicidade
31/03/20
Foto: AFP
Foto: AFP

‘Tive falta de ar por 25 minutos’, diz goleiro espanhol sobre drama por conta do coronavírus

31 / mar
Publicado por Filipe Farias em Futebol Internacional às 16:09

O ex-goleiro da seleção espanhola, Pepe Reina, atualmente emprestado ao Aston Villa, da Inglaterra, vem lutando contra o novo covid-19. O experiente arqueiro, de 37 anos, declarou ao periódico italiano Corriere dello Sport um relato bastante dramático que passou nos últimos dias em meio aos sintomas provocado pelo coronavírus em seu organismo.

“Estava isolado desde que senti os primeiros sintomas do vírus. Tive febre, tosse, dor de cabeça, que não passava, e me sentia cansado. Fiquei assustado quando tive dificuldades em respirar durante 25 minutos, como se a minha garganta estivesse fechada e o ar não passava. Os primeiros sete ou oito dias passei fechado em casa”, contou Pepe Reina ao jornal italiano.

 

Revelado pelo Barcelona, Reina passou por diversos clubes, dentre eles: Villa Real, da Espanha (três temporadas); Liverpool, da Inglaterra (oito temporadas); quatro no Napoli, da Itália; uma no Bayern de Munique, da Alemanha; e uma e meia no Milan, da Itália. No início da atual temporada, o goleiro de 37 anos foi emprestado pelo time de Milão para o Aston Villa, da Inglaterra.

Pela seleção espanhola, o goleiro foi campeão da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, além de ter conquistado duas Eurocopas, nos anos de 2008 e 2012.

Leia mais:

Fifa estuda “ajuda” de R$ 7,8 bilhões ao futebol mundial

Escuderias da Fórmula 1 não poderão trabalhar neste ano nos carros de 2022

Venda de Cristiano Ronaldo é alternativa para Juventus reduzir prejuízo financeiro, diz jornal italiano

OUTROS CASOS

Além do goleiro espanhol, outros tantos jogadores mundiais também testaram positivo para o novo covid-19: o volante francês Matuidi e o atacante argentino Dybala, ambos da Juventus; o zagueiro argentino Ezequiel Garay, do Valencia; além do técnico espanhol Arteta, do Arsenal, mas que já se recuperou do coronavírus. Já o ex-zagueiro e lateral-esquerdo Maldini também foi um dos futebolistas que testou positivo para a doença.


FECHAR