publicidade
22/02/20
Foto: Igor Moura/Rádio Jornal
Foto: Igor Moura/Rádio Jornal

Nos acréscimos, Sport arranca empate contra América-RN pela Copa do Nordeste

22 / fev
Publicado por Klisman Gama em Notícias às 20:01

O empate entre Sport e América-RN por 1 a 1 na Copa do Nordeste, em pleno sábado de Carnaval, seguiu com a má fase vivida pelo Leão na temporada. Depois de um primeiro tempo em que esteve próximo de marcar o gol, teve um bom domínio e aparentava que poderia buscar algo mais em Natal. Contudo, a segunda etapa foi totalmente diferente. O Rubro-negro foi posto contra a parede nos 15 minutos iniciais, foi bombardeado e sofreu o gol. Depois, sem tanta qualidade técnica, mas na vontade, conseguiu buscar o empate com Hernane Brocador de pênalti, já nos acréscimos.

Ainda assim, o Sport entrou no G4 do Grupo A, na quarta posição, com seis pontos. Ainda pode perder duas posições, caso o CRB bata o Vitória em Salvador e ABC vença o Náutico nos Aflitos. Ambos os jogos acontecerão na próxima quinta-feira. O time potiguar está na quinta colocação do Grupo B, com seis pontos.

O JOGO

O Sport buscou se impor em campo. Desde o começo da partida, mostrou um jogo mais vertical , mesmo com alguns erros de passe, mas demonstrava a busca pelo ataque. O América-RN se postava mais atrás, aguardando os contra-ataques para sair em velocidade. O Rubro-negro encontrou dificuldades no começo do primeiro tempo para infiltrar pelo meio e, com isso, forçava as jogadas pelas laterais. 

Com boas trocas de passe, foi achando espaço. A primeira boa chance saiu aos 12 minutos. Hernane Brocador deu belo passe por cima para Leandro Barcia, que bateu e o goleiro fez boa defesa. Aos 21, foi a vez de outro gringo. O meia Lucas Mugni fez boa triangulação com Raul Prata e Hernane, teve espaço na entrada da área e arriscou, mandando perto da trave esquerda. A partir dos 30 minutos, o Sport diminuiu um pouco mais o ritmo. Com isso, o América-RN conseguiu igualar mais o jogo e o tornou truncado novamente, além de se arriscar no ataque. Entre dois ou três chutes de fora da área sem direção, os potiguares tiveram a primeira chegada com perigo aos 42, através do meia Dione. Depois de um corte mal feito da zaga leonina, o camisa 10 arriscou da risca da grande área e a bola passou perto do travessão de Luan Polli.

Aos 45, o Leão respondeu com Raul Prata. De longe, o lateral-direito mandou uma bomba e Ewerton espalmou. O revide alvirrubro aconteceu aos 47, com Wallace Pernambucano. O centroavante ex-Náutico aproveitou falha de Lucas Mugni, arrancou pela esquerda e bateu no canto esquerdo, para boa defesa de Polli.

CONFIRA COMO FOI O TEMPO REAL DE AMÉRICA-RN 1 x 1 SPORT

SEGUNDO TEMPO

O apagão nos pernambucanos foi impressionante no começo da etapa final, da mesma maneira que a pressão dos donos da casa. Aos 50 segundos, Tiago Orobó recebeu grande lançamento nas costas da defesa do Sport, mas de frente para a meta, bateu mal, para fácil defesa do arqueiro. Luan Polli foi acionado de novo aos dois minutos, em chute de Dione, que espalmou para o lado. Poucos segundos depois, no decorrer da jogada, Adryelson perdeu a bola na lateral da grande área para Felipe Cordeiro. O jogador potiguar mandou para Tiago Orobó, livre pelo meio, estufar as redes do Leão. 

Aos quatro, Ewandro esboçou uma reação do Sport, ao bater rasteiro e obrigar Ewerton a fazer uma boa defesa. Aos sete, Dione mandou novamente de fora da área e Luan Polli espalmou de novo. O camisa 10 do América-RN estava ‘doido’ para deixar o seu. Em cobrança de falta aos 12 minutos, ele chutou forte e o goleiro leonino mandou para escanteio. Aos 13, a defesa mais bonita do jogo. Wallace Pernambucano mandou um belo voleio e Polli foi buscar no canto esquerdo, evitando o segundo gol.

Depois do momento de maior pressão, o América-RN baixou as suas linhas e se precaveu na partida. Enquanto isso, o Sport tentava o empate e, pela pressa, sofria para conseguir levar perigo ao adversário. Os erros se tornaram mais frequentes, sejam eles de passe, posicionamento ou decisão na jogada. Aos 46, a reação veio na raça. Hernane Brocador invadiu a área e foi derrubado. Pênalti que ele mesmo bateu e converteu, empatando para o Rubro-negro. Aos 48, quase a virada veio com o camisa nove. Depois de cruzamento, ele se jogou e desviou com o pé. A bola atravessou a área e acertou a trave esquerda de Ewerton.

FICHA DO JOGO

América-RN: Ewerton; Krobel, Edimar, Édson e Renan Luís; Juninho, Felipe Cordeiro (Leandro Melo) e Dione; Tiago Orobó (Wilson), Cesinha (Romarinho) e Wallace Pernambucano. Técnico: Roberto Fernandes

Sport: Luan Polli; Raul Prata, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias, Rithely (João Igor) e Lucas Mugni (Pablo Pardal); Ewandro (Yan), Leandro Barcia e Hernane Brocador. Técnico: Daniel Paulista

Local: Arena das Dunas. Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim. Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Brigida Cirilo Ferreira. Gols: Tiago Orobó (2’ do 2ºT) (AME); Hernane Brocador (47′ do 2ºT) (SPO). Cartões amarelos: Dione, Felipe Cordeiro, Juninho e Ewerton (AME); Rafael Thyere, Yan, Sander e Pablo Pardal(SPO). Público: 2.946 pessoas. Renda: R$ 54.935,00.


FECHAR