publicidade
20/02/20
Torcedores ofendem jogadores do Vasco. Foto: Reprodução
Torcedores ofendem jogadores do Vasco. Foto: Reprodução

Goleiro do Vasco é vítima de racismo, reclama e é advertido com cartão amarelo na Sul-Americana

20 / fev
Publicado por Gabriela Máxima em Notícias às 10:43

Um episódio de racismo protagonizou o empate por 0x0 entre Vasco e Oriente Pretolero, pela Copa Sul-Americana, na noite da quarta-feira. No final do segundo tempo, o goleiro reserva do time cruzmaltino, Alexander, chamou a atenção da arbitragem para o racismo praticado pelos torcedores nas arquibancadas do estádio El Tahuichi, na Bolívia. A partida foi paralisada e o árbitro sinalizou cartão amarelo para o jogador do Vasco.

Revoltado, Alexander gritou que os torcedores estavam chamando ele de macaco, além da imitação dos gestos do animal. As câmaras da Dazn flagraram o momento em que os bolivianos ofendiam o jogador brasileiro.

 

O Vasco venceu o primeiro duelo por 1×0 sobre o time da Bolívia, em casa, e garantiu a classificação para a segunda fase da Copa Sul-Americana. Nas redes sociais, o cruzmaltino lamentou o episódio e prestou solidariedade ao goleiro Alexander. “É triste ver que em pleno 2020 ainda observamos tantos casos de racismo no futebol. Não há mais espaço para esse tipo de pensamento”, diz trecho da nota.


FECHAR