publicidade
18/02/20
O garoto de 19 anos chegou a 10 gols na Liga dos Campeões. Foto: SASCHA SCHUERMANN / AFP
O garoto de 19 anos chegou a 10 gols na Liga dos Campeões. Foto: SASCHA SCHUERMANN / AFP

Borussia Dortmund vence PSG com dois de Haaland na Champions

18 / fev
Publicado por Karoline Albuquerque em Futebol Internacional às 19:58

Da AFP – O Borussia Dortmund venceu o Paris Saint-Germain por 2×1 nesta terça-feira (18) na partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões disputada no Signal Iduna Park, em Dortmund, com um show do jovem Erling Haaland, autor dos dois gols da equipe alemã.

O atacante norueguês, que chegou em janeiro, abriu o placar no segundo tempo (69), e o PSG respondeu logo depois com um gol de Neymar (75) na volta do brasileiro aos gramados depois de quatro jogos de ausência. Mas Haaland, com uma bomba de pé esquerdo (77), colocou a equipe alemã em vantagem para o jogo de volta no Parque dos Príncipes, em março.

LEIA MAIS:

>Son desfalcará Tottenham por várias semanas com fratura no braço

>“Regras são regras”, diz Arsène Wenger sobre punição ao City

>Pia Sundhage convoca seleção feminina para Torneio da França

Neymar, que desfalcou o time nas quatro últimas partidas devido a uma lesão na costela, voltou a jogar e como titular.

Com o astro brasileiro em campo, o técnico Thomas Tuchel pôde acionar um sistema com três atacantes, completado pelo craque francês Kylian Mbappé e o argentino Ángel Di María, e deixando o argentino Mauro Icardi no banco.

Já o Dortmund do técnico suíço Lucien Favre, entrou em campo com o mesmo time que venceu o Eintracht Frankfurt por 4×0 na semana passada, com as jóias Jadon Sancho e Haaland no ataque, além do apoio da sempre fanática torcida colorindo o estádio de amarelo com seus tradicionais mosaicos.

Borussia cria mais chances

Neymar mostrou uma boa movimentação no início da partida, assim como seu time, que durante alguns minutos teve mais posse de bola.

Logo aos 8 minutos, o brasileiro foi derrubado na entrada da área por Guerreiro que chegou firme na marcação e deu um toque desequilibrando o jogador. O próprio Neymar cobrou a falta encobrindo a barreira e mandando a bola para bem perto da trave esquerda de Bürki.

Mas a equipe da capital francesa não voltou a assustar na primeira etapa.

Quatro minutos depois o Dortmund respondeu em um contra-ataque após um escanteio do PSG. O inglês Sancho avançou em velocidade e chutou da entrada da área pela linha de fundo.

A história se repetiu aos 26 minutos, com outro contra-ataque de Sancho. Mas desta vez o goleiro Navas apareceu e espalmou. Hakimi pegou a sobra e chutou de pé esquerdo mas a bola explodiu em Kurzawa.

Aos 34 minutos, o jovem Haaland recebeu um passe de Sancho e soltou uma bomba de dentro da área. Mas a bola bateu na rede do lado de fora.

Um minuto depois a dupla voltou a assustar os parisienses. O britânico cruzou mas o norueguês chegou um pouco adiantado e sua cabeçada não foi na direção do gol.

O primeiro tempo terminou sem gols mas com o Borussia Dortmund criando bem mais chances do que o PSG.

Gols só no segundo tempo

Logo aos 3 minutos, o goleiro Navas voltou a aparecer interrompendo uma jogada de Hakimi que avançou em velocidade.

Aos 20 minutos, o PSG fez uma bela triangulação. Di María tocou para Mbappé, que deixou de calcanhar para Neymar. O brasileiro devolve ao francês, que bate firme para a defesa de Bürki. Na volta, Neymar acerta o próprio Mbappé. Tiro de meta, mas boa chegada!

Quatro minutos depois, Sancho tocou para Hakimi, que cruzou para Guerreiro. A bola acabou sobrando para Haaland que deu um toque para o fundo das redes, abrindo o placar.

Mas a torcida alemã levou um susto. Aos 31 minutos, Mbappé avançou em velocidade pela direita, se desvencilhou de Reyna e Zagadou e cruzou para Neymar que só precisou tocar para o gol aberto.

O Borussia Dortmund não se deixou abalar. Dois minutos depois Haaland recebeu um passe de Reyna e avançou em velocidade, puxando o contra-ataque. O jovem norueguês voltou a mostrar porque é a sensação do momento do futebol europeu, soltando uma bomba de pé esquerdo de fora da área, longe do alcance de Navas.

Foi o décimo gol na Liga dos Campeões de Haaland, que se iguala ao polonês Robert Lewandowski.

Aos 35 minutos, o PSG mostrou que não cederia facilmente. Verratti lançou Meunier, que desviou de cabeça para o meio. Neymar arriscou o chute de pé esquerdo e a bola bateu na trave.

Com o jogo mais aberto, o time alemão poderia ter feito o terceiro gol, quando Sancho tocou para Hakimi, que chutou para fora.

Mas o placar ficou de bom tamanho para o Borussia Dortmund. Agora o PSG tem a dura tarefa de reverter essa vantagem em Paris e vai lutar para encerrar a ‘maldição’ das oitavas, após ser eliminado três vezes seguidas nessa fase da competição.


FECHAR