publicidade
15/02/20
Náutico comemora segundo gol do jogo. Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Náutico comemora segundo gol do jogo. Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Com direito a “olé” nos Aflitos, Náutico supera o Sport por 2×0 pela Copa do Nordeste

15 / fev
Publicado por Gabriela Máxima em Notícias às 19:57

Encarando momentos distintos após a primeira rodada da Copa do Brasil, Náutico e Sport duelaram pela quarta rodada da Copa do Nordeste. Apesar de um duelo bastante equilibrado, o Timbu levou a melhor no segundo Clássico dos Clássicos de 2020 com vitória por 2×0 sobre o Leão, na noite deste sábado, no estádio dos Aflitos. Com o resultado, a equipe alvirrubra subiu para a segunda colocação do grupo B, com sete pontos, enquanto o rubro-negro perdeu três colocações e figura o quinto lugar da chave A, com cinco – mesma pontuação de Bahia e CRB, mas que estão na frente por conta do saldo de gols positivo. Os gols do Náutico foram anotados por Ronaldo Alves, aos sete do primeiro tempo, e Jean Carlos, aniversariante do dia, aos 31 do segundo tempo.

>> VEJA COMO FOI NÁUTICO X SPORT PELA COPA DO NORDESTE

Jogando em casa e motivado pela classificação na Copa do Brasil – com triunfo por 2×0 sobre o Toledo –, o Náutico abriu o placar aos sete minutos. Após cobrança de falta de Jean Carlos, Ewerton desviou errado, mas Paiva conseguiu consertar e ajeitou para Ronaldo Alves marcar o primeiro gol nos Aflitos. Detalhe para mais um gol de bola parada, o fundamento mais utilizado para converter gols com o treinador Gilmar Dal Pozzo.

O bom momento do time alvirrubro poderia ter intimidado o Sport, que encara situação delicada depois da eliminação na Copa do Brasil – com derrota por 2×1 diante do Brusque – seguida pela demissão do técnico Guto Ferreira. Não foi o que aconteceu. O Sport, que não vence há cinco partidas, buscou o empate no clássico.  Com paciência, o Sport trabalhou a bola no meio de campo, trocou de passes em busca de espaços na área do rival.

Aos 14, Ewandro finalizou, mas a bola passou longe da meta de Jefferson. Seis minutos depois, aos 20, as investidas rubro-negras se tornaram mais perigosas. Pela direita, Rithely cruzou na área e Elton chutou forte, mas o goleiro alvirrubro fez grande defesa salvando o Náutico. No lance seguinte, foi a vez de Marquinhos arriscar de fora da área. A bola desviou e Ewerthon ficou com a sobra para marcar o gol. Ligado no lance, o árbitro sinalizou impedimento do jogador. Aos 40, Elton novamente desperdiçou chance de empatar o jogo. O atacante rubro-negr recebeu bom passe de Ronaldo na área, driblou o zaga, mas Rafael tirou a bola.

LEIA MAIS

>> Guto Ferreira não é mais técnico do Sport

>> César Lucena será o treinador interino do Sport no clássico com o Náutico 

>> Torcedores do Sport recebem mensagem citanto “sócio alvirrubro”  

>> Daniel Paulista é o novo técnico do Sport

>> Milton Bivar defende elenco do Sport: ‘muitos chegaram outro dia’

No retorno do segundo tempo, o Sport apertou logo no primeiro minuto. Ewandro chegou com velocidade, cruzou para Elton, que se atrapalhou e colocou para fora. Sem conseguir o empate, a vida do time rubro-negro ficou ainda mais difícil aos 12 minutos, quando Marquinhos foi expulso após entrada forte no volante Josa. Ao mesmo tempo que o Leão buscava o gol, o goleiro Jefferson se destacava com grandes defesas. Aos 21, ele defendeu chute perigoso de Ewandro de fora da área.

Em resposta, aos 26,  Náutico avançou com Erick pela direita. O atacante chutou rasteiro e Luan Polli salvou o Sport. O goleiro rubro-negro, porém, não teve sucesso aos 31. No lance, Jean Carlos mandou uma bomba de fora da área e ampliou o marcador no estádios dos Aflitos: 2×0 para o Náutico, que confirmou mais uma triunfo pela Copa do Nordeste.

FICHA DO JOGO

NÁUTICO
Jefferson; Hereda, Ronaldo Alves, Rafael Ribeiro e Erick Daltro; Josa, Jhonnatan (Jorge Henrique), Rhaldney e Jean Carlos (Djavan); Erick e Guillermo Paiva (Salatiel). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

SPORT
Luan Polli; Ewerthon, Adryelson, Rafael Thyere e Luciano Juba (Vicente); Rithely (Yan), Ronaldo e Jean Patrick; Marquinhos, Ewandro (Lucas Mugni) e Elton. Técnico: César Lucena (interino).

Local: Estádio dos Aflitos. Árbitro: Wagner Reway (PB). Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa e Ruan Neres Souza de Queiros (ambos da PB). Cartões Amarelos: Erick, Rafael Ribeiro, Daltro (Náutico); Marquinhos (2), Rithely, Mugni (Sport). Expulsão: Marquinhos (Sport). Gols: Ronaldo Alves (7 do 1º) e Jean Carlos (31 do 2º). Público: 5.363. Renda: R$ 87.468.


FECHAR