publicidade
13/02/20
Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife
Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Presidente do Sport reafirma que não vai trazer jogador que não possa pagar

13 / fev
Publicado por Lucas Holanda em Notícias às 13:32

Após a eliminação do Sport para o Brusque ainda na primeira fase da Copa do Brasil, o presidente do Leão, Milton Bivar voltou a falar sobre os reforços. Mesmo com o retorno à Série A, o Sport vive grave crise financeira. Em entrevista à Rádio Jornal, o mandatário reafirmou seu discurso antigo de que não iria trazer jogadores que o clube não pudesse pagar e também disse que o Leão vai ter a menor folha salarial e a menor cota de televisão da competição.

“Contratação é uma coisa que não termina nunca. Uma coisa que tem que ficar bem claro é que o Sport não tem dinheiro para um passo muito largo. A gente tem que ir com calma, não adianta querer apressar. Temos ainda três meses até o começo da Série A para encorpar, ver o que pode melhorar com algumas contratações e escolher bem escolhido. Então é trabalhar. O Sport este ano é clube de menor cota de televisão e também vai ser o de menor folha da Série A. Então temos que ter bastante apoio e compreensão dos torcedores para a nossa condição e a nossa realidade. Não é porque a gente subiu para a Série A que os problemas foram resolvidos e que está tudo bem. Muito pelo contrário”, destacou.

LEIA MAIS

Guto reclama de interferência externa no gol anulado do Sport contra o Brusque

Presidente do Sport diz que achou o time desarrumado e deixa em aberto futuro de Guto Ferreira

Técnico do Sport minimiza pressão e mira clássico contra Náutico

META DE PAGAMENTO DE DÍVIDAS 

O presidente também destacou que tem uma meta de pagar parte das dívidas do clube em 2020, além de reafirmar que não vai trazer jogador que o Sport não pode pagar. “Temos por objetivo e já estamos mais ou menos acertados que vamos diminuir nossa dívida em uns 30 milhões. E essa forma de trabalhar eu não vou abrir. Eu não vou cometer irresponsabilidade de trazer jogador que o Sport não possa pagar. Isso aí eu não vou fazer. Enquanto presidente do clube eu vou zelar pela parte fiscal e isso aí eu estou fazendo”, explica.

 

 

 


FECHAR