publicidade
02/02/20
Foto: Rafael Melo/ Santa Cruz
Foto: Rafael Melo/ Santa Cruz

Elenco do Santa Cruz busca evolução física para melhorar desempenho

02 / fev
Publicado por Filipe Farias em Notícias às 9:12

O Santa Cruz completa hoje, contra o Vitória de Santo Antão, pelo Estadual, uma sequência de cinco jogos em 16 dias. Uma média de quase uma partida disputada a cada três dias. Uma maratona bastante intensa para um início de temporada e, por isso, os cuidados com a preparação física precisam ser redobrados não só para atingir um melhor condicionamento físico, como também para evitar lesões musculares.

O preparador físico tricolor, Carlos Gamarra, reconhece que os jogadores do Santa Cruz ainda não estão 100% condicionados fisicamente, mas que a evolução é satisfatória. “Estamos longe do nosso ideal físico, mas, pra início de competição, o grupo mostrou que é aguerrido, que quer vencer e isso exige da parte física. E a resposta foi positiva. Nosso grupo ainda não está homogêneo. Precisamos trabalhar algumas valências físicas com os atletas para desenvolvermos mais em campo, mas a resposta já foi boa”, avaliou.

Pra essa partida, válida pela terceira rodada do Estadual, a tendência é que o técnico Itamar Schulle poupe alguns atletas que estão mais desgastados fisicamente. “O nosso momento é bom, mas que requer cuidados. Precisamos ter os pés no chão e observar o dia a dia o que devemos fazer e a melhor forma como proceder para evitar lesões, desgastes excessivos. Claro que lesões podem acontecer, é natural do futebol, mas se pudermos minimizar melhor”, esclareceu Carlos Gamarra.

MEIO-CAMPISTAS

Com relação ao volante Tinga e ao meia Didira, o preparador físico coral explicou como está a evolução dos dois. “Didira jogou contra o Bahia no sacrifício. Por entender o quer era preciso naquele jogo. Ele não está em condições plenas, assim como o Tinga, que se encontra em fase final da preparação física, melhorando a sua performance. Mas são atletas que confiamos muito. A tendência é que em dez dias, trabalhando bem as valências de cada atletas, já teremos um grupo igual”.


FECHAR