publicidade
28/01/20
André foi vendido ao Grêmio pelo Sport em março de 2018. Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
André foi vendido ao Grêmio pelo Sport em março de 2018. Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem

Sport busca acordo com Sporting sobre dívida da compra de André

28 / jan
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 20:23

O Sporting, de Portugal, entrou com uma ação na Fifa contra o Sport cobrando o débito de R$ 5,5 milhões da negociação envolvendo o atacante André em 2017. Na ocasião, o clube rubro-negro adquiriu 50% dos direitos federativos do jogador, que pertenciam ao time português, e não efetuou o pagamento. Em entrevista ao Jornal do Commercio e Blog do Torcedor, o presidente leonino Milton Bivar admitiu a dívida e revelou que o Leão ainda não foi notificado pela entidade máxima do futebol. Ele também ressaltou que junto com a direção irá buscar um acordo com a equipe da Europa para não sofrer nenhuma punição (perda de pontos no Brasileirão ou proibição para contratar atletas).

“Não vamos esperar a notificação chegar. Já sabíamos da dívida e vamos tentar chegar a um acordo antes de sofrer alguma sanção”, afirmou o mandatário.

LEIA MAIS

> Brocador, Barcia e Alê Santos na inauguração da nova loja do Sport, no Shopping Recife

> Acompanhe Sport x Central pelo @blogdotorcedor

> Hernane diz que está “70% a 80% bem” para voltar a jogar pelo Sport

> Opinião: equipe B do Sport precisa reagir no Estadual, depois de dois empates

> Torcedores do Sport dividem opiniões sobre ida de Diego Souza para o Grêmio

> Grêmio anuncia contratação de Diego Souza por uma temporada

Por meio de nota enviada ao Uol Esportes, a Fifa confirmou o processo por parte do Sporting cobrando a dívida ao Sport, mas não entrou em detalhes. “Podemos confirmar que o caso em questão ainda está em andamento e portanto não podemos comentar sobre o assunto no momento. Mais informações serão fornecidas pela FIFA no devido tempo. Por enquanto é só isso que podemos dizer”, informou a assessoria de imprensa da entidade.

A compra de André por parte da gestão do então presidente Arnaldo Barros também deixou um débito por parte do Sport junto ao Atlético-MG. O clube mineiro tinha 15% dos direitos econômicos do atacante e o direito de receber R$ 1,5 milhão. Em uma negociação envolvendo a liberação do volante Jair, na temporada passada, a gestão do agora presidente Milton Bivar conseguiu equacionar o problema.

“Jair conseguiu uma liminar para ficar livre, e deixei claro que ele tinha uma liminar e nós iríamos recorrer, e ele ficaria impedido de jogar. A gente conseguiu fazer uma composição e quitamos uma dívida de 1,5 milhão com o Atlético-MG. No período que ele jogou no Sport não recebeu um real”, destacou o vice-presidente jurídico Manoel Lajes, em entrevista ao podcast oficial do clube rubro-negro.

“A gente quitou o atrasado, quitamos o que devíamos ao Atlético pelo percentual que ainda tinha do André, mas perdemos o Jair. Mas ele nunca foi nosso e perderíamos de todo jeito”, destacou o vice-presidente jurídico Manoel Lajes”, completou.

O vice-presidente jurídico Manoel Lajes também comentou o caso envolvendo o atacante André e a dívida com o Sporting.

“Usamos André, (ele) jogou, vendemos, recebemos e não pagamos ao Sporting e ao Atlético-MG. Eu sei que ali o torcedor ficou muito feliz por ter trazido, mas hoje não tem chance da gente fazer isso. Não vamos trazer alguém que não podemos pagar. A gente deve 1 milhão de euros mais juros (R$ 5,5 milhões) na Fifa, que é uma pena altíssima e estamos tentando fazer uma engenharia para pagar”, afirmou. “Mais uma vez vão dizer: ‘Por que não pagam?’ Porque é cinco milhões de reais e a gente não tem”, reiterou.


FECHAR