publicidade
25/01/20
Foto: Ana Leal/O Fotográfico/Estadão Conteúdo
Foto: Ana Leal/O Fotográfico/Estadão Conteúdo

Sport é eficaz e vence CSA na estreia da Copa do Nordeste 2020

25 / jan
Publicado por Klisman Gama em Notícias às 19:57

Na estreia da Copa do Nordeste, o Sport soube sofrer e, com inteligência, cresceu na partida o suficiente para conseguir a vitória por 1 a 0 diante do CSA no estádio Rei Pelé, em Maceió. O destaque fica para a estreia de vários reforços que, finalmente, foram regularizados após a punição da CBF por conta da dívida do Leão com o chileno Mark González ser derrubada. Entre os estreantes, a boa atuação de Leandro Barcia – autor do gol – chamou a atenção, enquanto Lucas Mugni destoou um pouco, sentindo a falta de ritmo de jogo.

O próximo compromisso do Rubro-negro será na terça-feira pelo Campeonato Pernambucano. Às 20h, encara o Central na Arena de Pernambuco. Pelo Nordestão, pega o Vitória – de novo como mandante -, no sábado, às 16h. Jogo que terá a transmissão exclusiva da TV Jornal com Aroldo Costa e Maciel Júnior.

O JOGO

O jogo em Maceió começou de maneira truncada. As equipes ainda se estudavam em campo e o CSA, por ser mandante, buscava mais o ataque. O Sport chegou para a partida com seis estreantes e ainda sentiu a falta de um maior entrosamento. Desta maneira, o Azulão começou a ganhar campo e ter maior posse de bola. Aos 10, o atacante Rafael Bilu foi derrubado na meia-lua pelo volante Jean Patrick. Na cobrança, Rafinha soltou uma bomba e Luan Polli fez grande defesa, salvando o Leão. A resposta rubro-negra veio com o centroavante Elton, que arriscou da intermediária e a bola passou do lado esquerdo da meta azulina.

CONFIRA COMO FOI O TEMPO REAL DO DUELO

As duas equipes optaram por tentar acelerar o jogo, principalmente com passes mais longos e ultrapassagens dos laterais junto aos pontas. Nesse embate, mesmo sem levar perigo, o CSA tinha maior vantagem. Quando passou a tocar mais a bola e cadenciar o jogo, o Sport diminuiu o ímpeto adversário e conseguiu criar boas jogadas. Porém, pecava no último passe. Quando acertou, pecou na finalização. Aos 38, Jean Patrick recebeu pela direita e cruzou na segunda trave. Caíque saiu da barra e não achou nada, enquanto Elton, que não esperava o erro do goleiro, escorou a bola de coxa, mas mandou para fora. 

SEGUNDO TEMPO

O CSA começou já em busca do gol. Pressionou forte o Leão no começo, tentando o abafa inicial. Logo aos dois minutos, Rafael Bilu arriscou de fora da área e a bola triscou a trave direita de Luan Polli, que estava batido no lance. Contudo, o Sport abriu o placar logo na primeira chegada ao ataque. Aos 4 minutos, Elton recebeu lançamento pela esquerda, carregou com liberdade e cruzou na cabeça de Leandro Barcia. O uruguaio, livre de marcação, testou forte para marcar o gol.

Para não deixar barato, o Azulão tentou reagir com Yago. Aos cinco, o volante, que jogou no Leão em 2019, tentou da intermediária e assustou o Rubro-negro. Aos sete, após cruzamento, a zaga alagoana falhou e a bola caiu no pé de Lucas Mugni. Desmarcado, ele limpou e encheu o pé, forçando Caíque a fazer grande defesa. Aos 20, outra chegada do mandante. Escanteio cobrado e, na segunda trave, Alan Costa chegou livre para finalizar para fora. 

Daí em diante, as duas equipes não conseguiram chegar ao gol com tanto perigo também pelo cansaço de começo de temporada. O Sport controlou bem e tentou ainda aproveitar os contra-ataques, mas sem efetividade.

FICHA DO JOGO

CSA

Caíque; Norberto, Alan Costa, Luciano Castán e Rafinha; Yago, Geovane (Jean Kléber) e Renatinho (Jarro Pedroso); Rafael Bilu, Rodrigo Pimpão e Gustavo Schutz (Bruno José). Técnico: Maurício Barbieri.

SPORT 

Luan Polli; Raul Prata, Adryelson, Cleberson e Sander; Willian Farias, Jean Patrick (Betinho) e Lucas Mugni; Leandro Barcia (Alê Santos), Yan (Ewandro) e Elton. Técnico: Guto Ferreira.

Gol: Leandro Barcia, aos 4’ do 1ºT (SPT). Cartões Amarelos: Alan Costa (CSA); Elton, Willian Farias, Luan Polli (SPT). Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió.


FECHAR