publicidade
19/01/20
Wallace Pernambucano, Wallyson e Henrique Mattos, conhecidos do futebol local, são destaques em América-RN, ABC e Imperatriz. Fotos: Diego Simonetti / América // Luciano Marcos / ABC // Divulgação / Imperatriz
Wallace Pernambucano, Wallyson e Henrique Mattos, conhecidos do futebol local, são destaques em América-RN, ABC e Imperatriz. Fotos: Diego Simonetti / América // Luciano Marcos / ABC // Divulgação / Imperatriz

Copa do Nordeste 2020: América-RN e ABC se destacam entre os ‘azarões’

19 / jan
Publicado por Diego Borges em Copa do Nordeste 2020 às 11:46

Conquistar a Copa do Nordeste em 2020 não será uma tarefa fácil para o Trio de Ferro pernambucano. Serão 13 adversários, cada um com uma particularidade além da tradicional rivalidade regional. Para apresenta-los, o Jornal do Commercio analisou as equipes sob critérios que podem ser decisivos na briga pelo título de campeão em 2020, dividindo-os em três grupos. Seguindo com os times considerados como ‘correndo por fora’ na disputa. Completando a lista com as possíveis surpresas da competição.

E, de fato, falar em surpresa na Copa do Nordeste não é nenhum pecado. Muito pelo contrário. Não faltam exemplos de equipes que desbancam grandes protagonistas e entram para a história da competição.

Inclusive foi assim logo na primeira edição da ‘nova era’ da competição, em 2013, quando ASA-AL e Campinense roubaram a cena e evitaram a ‘final cearense’ que se desenhava. E mais recentemente, em 2018, o Sampaio Corrêa desbancou o já apontado como ‘todo poderoso’ Bahia em plena Fonte Nova.

Para 2020, cinco adversários se encaixam nesse aspecto, tendo em vista o cenário atual. A começar pela dupla potiguar, América-RN e ABC, que têm como missão resgatar a força do futebol local, que nos últimos anos caminhou no sentido contrário aos demais estados da Região.

AMÉRICA-RN

Campeão em 1998, o América-RN busca a retomada no cenário nacional após três anos de insucesso na Série D do Brasileirão. E para alcançar o objetivo em 2020, não perdeu tempo na montagem da equipe, a começar pela chegada do técnico Waguinho Dias, atual campeão da quarta divisão com o Brusque.

Além do treinador, o time conta com nomes que disputaram a Série C, como o ex-atacante do Náutico, Wallace Pernambucano, e Michael, ex-lateral do Ferroviário. Nos primeiros quatro jogos do estadual, o Dragão já lidera com 100% de aproveitamento.

ABC

Por sua vez, o ABC tem  orçamento mais acanhado que o arqui-rival para a temporada. No comando, o experiente na região Francisco Diá tem como principais destaques o atacante e ídolo do clube, Wallyson, além do zagueiro Marlon, ambos ex-jogadores do Santa Cruz.

IMPERATRIZ

No Maranhão, o Imperatriz segue a escrita da briga para se estabelecer como potência do futebol do estado. Sob o comando do técnico Paulinho Kobayashi mais uma vez, o clube tem o estádio Frei Epifânio como trunfo para o bom desempenho como mandante e quase conseguiu avançar para o mata-mata na última Série C. Para 2020, o clube investiu 60% a mais no valor da folha salarial do elenco, cujo destaque o atacante Adriano Pagode, além de peças conhecidas como o zagueiro Henrique Mattos, ex-Sport, e o atacante Joelson, ex-Náutico e Santa.

RIVER-PI

Comandado pelo ex-treinador do Náutico Márcio Goiano, o River aposta em jogadores com rodagem em divisões acima da Série D, com peças famosas em Pernambuco, como o volante João Ananias, cria do Náutico, o meia Bismarck, ex-Santa Cruz, e o atacante Érico Júnior, ex-Sport.

FREI PAULISTANO

Estreante na competição, o Frei Paulistano aposta na manutenção do técnico Betinho e de seis jogadores que participaram da conquista do Campeonato Sergipano de 2019, com destaque para o atacante Luan, artilheiro da competição.


FECHAR