publicidade
16/01/20
Estádio dos Aflitos passara por intervenção. Foto: Léo Motta/JC Imagem
Estádio dos Aflitos passara por intervenção. Foto: Léo Motta/JC Imagem

Diretor do Náutico diz que estádio dos Aflitos passará por nova intervenção

16 / jan
Publicado por Gabriela Máxima em Náutico às 14:14

O diretor de patrimônio do Náutico, Eduardo Carvalho, explicou que o estádio dos Aflitos não atende às novas normas do Corpo de Bombeiros e, por isso, equipamento precisou ter sua capacidade reduzida para 11.780. O diretor ainda falou que as mudanças exigem tempo e não poderão ser realizadas até o próximo domingo, quando Timbu recebe o Sport pelo primeiro clássico da temporada.

Náutico e Leão se enfrentam pela primeira rodada do Campeonato Pernambucano, às 16h, do domingo. Vale lembrar que a carga máxima dos Aflitos é de 19 mil. Além disso, no ano passado, o estádio recebeu 16.662 torcedores no confronto entre Náutico e Paysandu, no jogo do acesso para a Série B.

LEIA MAIS

>> Por segurança, estádio dos Aflitos terá capacidade para clássico reduzida

>> Presidente do Náutico diz que redução na capacidade dos Aflitos é “excesso de cuidado”

NOVAS NORMAS

O diretor explicou a situação durante entrevista ao comentarista da Rádio Jornal, Ralph de Carvalho. “A diretoria executiva do Náutico está trabalhando junto ao órgão competente para reverter a situação. Obviamente que as normas do Corpo de Bombeiros foram modificadas. Nós tínhamos o AVCB que venceu em novembro e dentro desse vencimento a norma também mudou. O Náutico vai ter que se ajustar às novas normas. Sofremos uma vistoria do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. E nessa vistoria foi constatado que, de acordo com as novas normas, o Náutico precisará fazer novas intervenções no estádio. Gostaria de lembrar que o estádio ficou fechado durante quatro anos. Fizemos uma reforma que deixou nosso estádio bem melhor do que era antes. Tiramos todas as licenças dos órgãos competentes. Mas as normas do Corpo de Bombeiros mudaram e precisamos ajustar para poder voltar a ter a capacidade de nosso estádio”, esclareceu.


FECHAR