publicidade
09/01/20
Presidente da FPF, Evandro Carvalho, falou sobre o Estadual de 2020. Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Presidente da FPF, Evandro Carvalho, falou sobre o Estadual de 2020. Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Evandro Carvalho revela cotas dos clubes para o Pernambucano 2020

09 / jan
Publicado por Gabriela Máxima em Náutico às 11:53

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, confirmou informações sobre o orçamento do Campeonato Pernambucano de 2020, com data de estreia marcada para 18 de janeiro. Em entrevista ao comentarista da Rádio Jornal Ralph de Carvalho, o mandatário da entidade falou sobre a liberação dos estádios e antecipou o orçamento da divisão de cotas entre os clubes que vão participar do certame.

“A Rede Globo só firmou contrato com Pernambuco. Não renovou contrato com outros Estados de Nordeste, Norte e Centro-Oeste. Nós teremos a partir do próximo e esse ano São Paulo, Rio, Minas e Pernambuco com televisionamento. A cota é 1 milhão de reais para Sport, 1 milhão para Náutico e 1 milhão para Santa Cruz e 1 milhão para a Federação. A Federação pega esse crédito e rateia com os clubes intermediários e coloca uma cláusula no contrato que exige que tenha televisionamento de pelo menos um clube intermediário com um dos três grandes. É uma forma indireta de gerar receita para esses clubes”, esclareceu o mandatário, que continuou sobre o pagamento da arbitragem.

“Eles (os clubes intermediários) ganham em torno de  R$ 150 mil. Esse ano teve um plus significativo. Porque a Federação esse ano vai custear a arbitragem do Campeonato. É a primeira vez no Brasil que isso acontece. Porque conseguimos patrocínio com a empresa Stadium, da Alemanha, uma das maiores do mundo. Essa empresa vai custear toda a arbitragem e o VAR nos jogos das quartas de final, semifinal e final. Se colocar isso na ponta do lápis, cada clube vai receber bem mais que R$ 200 mil”, comentou Evandro Carvalho. 

LEIA MAIS

>> Sport volta a ter a maior folha salarial do Estadual

>> Obra do gramado Santa Cruz caminha conforme planejado 

>> Retrô chega ao Campeonato Pernambucano para ficar

>> Presidente do Santa Cruz evita atrito após declaração de Evandro Carvalho sobre Arruda 

LIBERAÇÃO DOS ESTÁDIO

O presidente garantiu a qualidade dos gramados do estádios locais, mas destacou que ainda há problemas nos laudos técnicos. “O problema de Pernambuco é o problema de todos os estados, a exceção talvez seja São Paulo. Laudos técnicos referentes aos estádios. Em termos de gramados, o grande problema que nós tínhamos era referente ao Arruda, mas por conta do investimento da diretoria do clube e do presidente Constantino Júnior, conseguiram refazer e plantar um novo gramado de alta qualidade. O Sport já está com as reformas iniciadas, já para atender a Série A. Ontem (quarta-feira) recebemos o presidente nacional de arbitragem e toda sua equipe, fizemos um trabalho interno e exclusivo. Marcamos a vistoria do Sport para a Série A. Já conversei com o presidente Edno e com  Diógenes (Braga, vice-presidente do Náutico), para anteciparmos e colocar o estádio dos Aflitos em condições para a Série A de 2021, porque acreditamos que o clube vai conseguir o acesso”, antecipou.

“A qualidade nunca esteve tão boa, mas ainda temos o problema dos laudos. A Federação estará fazendo a doação e a disponibilização para que a Polícia Militar vá em cada estádio dos três grandes de uma área específica de camarote. A Federação vai tirar do orçamento dela para compor uma central de monitoramento técnico e computacional dos jogos. Central de Monitoramento Digital com câmera 360 graus, infra vermelho. Este é o primeiro passo para atender ao principal pré-requisito de segurança. Mas tem muita coisa que Federação não pode fazer que são intervenções físicas nos estádios”, alertou.

 


FECHAR