publicidade
31/12/19
Titular no amistoso contra o ABC, Rhaldney pede passagem no Náutico. Foto: Léo Lemos/Náutico
Titular no amistoso contra o ABC, Rhaldney pede passagem no Náutico. Foto: Léo Lemos/Náutico

Rhaldney mira sequência como titular do Náutico

31 / dez
Publicado por Fernando Castro em Náutico às 12:31

Formado nas categorias de base do Náutico, o volante Rhaldney, de 21 anos, subiu para o profissional no início desta temporada, mas ganhou poucas oportunidades e entrou em campo apenas três vezes, ainda sob o comando do técnico Márcio Goiano, que deixou o clube em maio. Na preparação para 2020, o jogador foi titular no amistoso contra o ABC e agora mira uma sequência maior de jogos em 2020. Para sua evolução, Rhaldney citou a importância do técnico Gilmar Dal Pozzo.

“Dal Pozzo sempre me elogiou. No amistoso, ficava falando que eu estava fazendo o trabalho certo, dominando e girando a bola, jogando de frente para o jogo. E sempre me dava confiança dizendo que eu podia ir, que o Josa ficava para marcar. Então assim fica mais fácil, com a confiança do treinador, porque eu sou novo, subi agora e estou tendo essa primeira experiência”, comentou Rhaldney.

LEIA MAIS

>Zagueiro Carlão e lateral Bahia permanecem no elenco profissional do Náutico

>Jhonnatan e Diego Silva voltam a trabalhar com bola no Náutico

>Técnico Gilmar Dal Pozzo revela nomes de dois volantes no radar do Náutico

CONFIANÇA

No amistoso contra o ABC, Rhaldney atuou ao lado do capitão Josa, como segundo homem do meio de campo, com mais liberdade. O jogador destacou a confiança que o técnico Gilmar Dal Pozzo tem passado para ele durante os treinamentos, possibilitando que o volante chegue mais na frente, apesar das características mais defensivas.

“Ele (Gilmar Dal Pozzo) sempre me deu confiança dizendo que eu sou um jogador diferenciado, que jogo para frente, isso ajuda muito o atleta. E não só ele, como o Josa também, que dita o jogo todo me aconselhando. Eu tenho que trabalhar com os objetivos que eu quero para a minha vida, trabalhar para conseguir os meus objetivos. Porque eu não luto contra ninguém, eu luto contra os meus objetivos”, destacou o prata da casa alvirrubro.


FECHAR