publicidade
25/11/19
Kevyn herdou do pai a paixão pelo Flamengo. Foto: Reprodução/Facebook
Kevyn herdou do pai a paixão pelo Flamengo. Foto: Reprodução/Facebook

Vascaíno veste camisa do Flamengo para torcer com sobrinho órfão

25 / nov
Publicado por Karoline Albuquerque em Futebol nacional às 19:46

Quais razões te fariam vestir uma camisa do time rival? O vascaíno Pedro Lelis trocou as cores da equipe cruzmaltina pelas do Flamengo no sábado (23), dia da final da Libertadores, vencida pelo time carioca diante do River Plate, de virada por 2×1. Tudo para ver o sobrinho, órfão de pai, feliz.

O clique foi publicado por Mayra Mendes, esposa de Pedro, no Facebook. Na postagem, ela explicou que o irmão, falecido ano passado, torcia junto com o filho e passou a paixão para o garoto. No dia da final, Pedro precisou ir à casa da sogra, em Belém (PA), e, ao chegar no local, se deparou com o sobrinho, Kevyn Pantoja, de dez anos, sozinho e triste, antes de começar o jogo.

LEIA MAIS:

>CBF respeita STF, reconhece Sport como único campeão de 87 e Fla como hexa

>Jorge Jesus agora é cidadão carioca

>“Ficamos sem nada e a sensação é de muita dor”, diz técnico do River Plate

“Meu esposo é vascaíno doente e não gosta do Flamengo, mas quando viu meu sobrinho sozinho, ele não aguentou e, segundo ele, ele pensou que provavelmente meu irmão estaria torcendo junto com o meu sobrinho hoje”, escreveu Mayra. A “missão” levou Pedro a comprar uma camisa para fazer companhia ao garoto.

O tio fez pipoca, comprou refrigerante para ver o primeiro tempo em sua casa e depois levou Kevyn a um shopping na capital paraense, para buscar a esposa. “Meu esposo quis dar a ele a sensação de ter com quem torcer. Quis de alguma forma “suprir” essa figura paterna em uma final tão importante que provavelmente seria compartilhada entre pai e filho”, continuou Mayra Mendes.

A publicação de Mayra na rede social tem mais de 200 mil curtidas, 31 mil comentários e 61 mil compartilhamentos.


FECHAR