publicidade
25/11/19
Jogador tem sido alvo racismo em jogos na Itália. Foto: Marco Bertorello / AFP
Jogador tem sido alvo racismo em jogos na Itália. Foto: Marco Bertorello / AFP

Alvo de racismo até no próprio clube, Balotelli pode sair do Brescia

25 / nov
Publicado por Klisman Gama em Futebol Internacional às 18:49

A trajetória do atacante italiano Mario Balotelli pelo Brescia, da Itália, está cada vez mais próxima de um ponto final. Vítima de diversos atos racistas em vários jogos pelo Campeonato Italiano – um deles diante do Verona, em que ele chegou a sair de campo, mas voltou a pedido de seus companheiros -, o atleta não tem recebido apoio devido sequer do próprio clube. Ele foi afastado pelo técnico Fábio Grosso e teve tais situações minimizadas pelo presidente da agremiação.

LEIA MAIS

>> Chile tem retorno conturbado do futebol em meio à crise social

>> “A relação é boa”, diz Sarri ao negar problema de relacionamento com Cristiano Ronaldo

>> “Neymar viveu coisas que o fizeram amadurecer”, afirma Marquinhos

>> “Ficamos sem nada e a sensação é de muita dor”, diz técnico do River Plate

“É negro, o que devo dizer? Está trabalhando para se clarear, mas está com dificuldade”, disse Massimo Cellino, mandatário do Brescia, em entrevista ao TuttoMercato. Frase que expressa a discriminação e o quanto o falta apoio a Balotelli dentro da agremiação que defende. Em outra entrevista, dessa vez à agência Ansa, declarou que não iria se desculpar e culpou os jornalistas por interpretarem de outra maneira o que ele quis dizer.

“Provavelmente se eu pudesse voltar atrás, perguntaria a Balotelli se ele estava convencido de vir a Brescia. A escolha foi mais arriscada do que se pensava. Da nossa parte e da dele. Balotelli é mais frágil do que vocês pensam. Está sentindo mais peso do que avaliava”, completou o presidente.

O atacante está sem atuar desde o dia 9 de novembro, quando participou de 45 minutos na goleada sofrida diante do Torino, por 4 a 0. Seu último gol foi contra o próprio Verona, na derrota por 2 a 1. Ao todo, Balotelli fez sete jogos e marcou dois gols nesta passagem pelo Brescia, que vive clima cada vez pior.


FECHAR