publicidade
20/11/19
 Foto: Odd ANDERSEN / AFP
Foto: Odd ANDERSEN / AFP

Sorteio da Eurocopa-2020 longe de ser dos mais simples

20 / nov
Publicado por Luana Ponsoni em Futebol Internacional às 17:43

A Eurocopa-2020, cuja eliminatória terminou na terça-feira, promete ser um torneio à altura do grande número de estrelas e equipes participantes, mas, até lá, o centro das atenções será sua complexa organização, com doze países sedes, e um sorteio em 30 de novembro que se apresenta como um quebra-cabeças.

As regras do sorteio idealizado pela Uefa para a primeira edição da Eurocopa organizada em 12 países permite a composição prévia de algumas chaves. Uma situação inédita que abriu brecha para críticas. Cada grupo jogará em duas cidades pré-determinadas e as seleções desses países estarão necessariamente nestas chaves caso tenham se classificado para a competição.

É o caso do grupo B, cujas sedes serão Copenhague e São Petersburgo. Isso significa que nesta chave estarão Dinamarca e Rússia, ambas classificadas, e o cabeça de chave será a Bélgica, devido ao fato da Ucrânia, outra equipe do primeiro pote que não tem cidade sede, não poder enfrentar os russos por motivos diplomáticos e de segurança.

Assim, sabe-se também que a Ucrânia fará parte do grupo C, com sede em Amsterdã e Bucareste.

Repescagem e outras curiosidades

É curioso conhecer-se praticamente a composição inteira de um grupo quando sequer foram definidos todos os classificados. As últimas quatro vagas ainda serão disputadas durante uma repescagem, em março.

Nesta repescagem participarão as 16 melhores equipes da Liga das Nações que não conseguiram a classificação pela via tradicional. Estas seleções serão distribuídas em grupos de quatro determinados por seu ranking em um sorteio que será realizado na sexta-feira.

Outra certeza é que o torneio continental terá uma seleção sem qualquer tradição, que sairá do grupo D da repescagem formado por Macedônia do Norte, Geórgia, Belarus e Kosovo.

O fato da Bélgica já conhecer dois de seus três adversários da primeira fase antes mesmo da realização do sorteio “é um escândalo, uma espécie de falsificação da competição”, acusou a televisão flamenca TVM.

O técnico da França, Didier Deschamps, também alertou: “Vendo como está organizado o sorteio com o aspecto geográfico, será cômico”.

Composição dos potes do sorteio das eliminatórias para a Eurocopa-2020:

 Pote 1 (cabeça de chave)

Bélgica

Itália (anfitrião)

Inglaterra (anfitrião)

Alemanha (anfitrião)

Espanha (anfitrião)

Ucrânia

 Pote 2

França

Polônia

Suíça

Croácia

Holanda (anfitrião)

Rússia (anfitrião)

 Pote 3

Portugal

Turquia

Dinamarca (anfitrião)

Áustria

Suécia

República Tcheca

 Pote 4 

Gales

Finlândia

Vencedor da repescagem A

Vencedor da repescagem B

Vencedor da repescagem C

Vencedor da repescagem D

 

 


FECHAR