publicidade
08/11/19
Foto: Klisman Gama/JC Imagem
Foto: Klisman Gama/JC Imagem

Marketing esportivo e gestão profissional na segunda manhã do ConfutNE

08 / nov
Publicado por Klisman Gama em Náutico às 16:32

Na manhã desta sexta-feira no JCPM Trade Center, no bairro do Pina, teve o início do segundo dia da Conferência de Futebol do Nordeste, o ConfutNE. Com um viés que se aproximava mais das quatro linhas, a primeira rodada de palestras e debates abordou o marketing esportivo. Na seguinte, gestão profissional das categorias de base e principal dos clubes.

O ex-diretor de marketing do Bahia e do Internacional, Alexandre Avancini, abriu a palesta sobre esse trabalho nos clubes de futebol. Foram explanadas as ofertas de serviços para o torcedor – que passa a ser tratado como um cliente da agremiação – e venda de produtos. Um dos pontos abordados que chamou a atenção, foi a forma de visualizar os clubes como geradores de conteúdo e parte de uma cadeia produtiva, que engloba federações estaduais, CBF, CONMEBOL (no caso de clubes Sul-Americanos) e FIFA.

Também foi explanado o que ele considera como pilares de sucesso na gestão esportiva: estádio próprio, bons jogadores e torcida. Isso alimentaria a engrenagem para que o clube cresça e vá angariando cada vez mais poder financeiro. 

LEIA MAIS

>> Sucesso da Copa do Nordeste encerra primeiro dia do Confut

>> Thiago Scuro destaca desejo de sucesso da Red Bull no futebol brasileiro

>> Primeira manhã do Confut NE abordou gestão e finanças do futebol

O debate contou com a mediação do comentarista da Rádio Jornal, Maciel Júnior, e a presença de Jorge Avancini, Vítor Diorranes (gestor esportivo – Departamento de Negócios Internacionais do Cruzeiro), Víctor Simpson (gerente comercial do Fortaleza), Carla Raquel (integrante da PE04 eventos), Jackson Beltrame (sócio-diretor Minha Entrada Gestão de Eventos) e Cristian Gomes (gestor esportivo e CEO da SporTI). 

Na conversa, foram abordadas maneiras de encontrar o perfil de consumo do torcedor e adequar o clube às demandas que esse aficionado quer, também como gerar maior identificação dele com a instituição e, consequentemente, seus produtos. A internacionalização da marca com investimentos de escolinhas, material e embaixadas em outros estados e países, também fez parte do debate, juntamente com uma análise de com o marketing pode alavancar agremiações de menor porte.

A segunda palestra da manhã contou com a presença do diretor da Bomache, Alexandre Dalla, e o consultor estratégico e diretor de marketing da empresa, Rafael Forti. Ambos abordaram a parceria que a companhia tem feito com clubes que criaram sua marca própria, como o Santa Cruz, Fortaleza, CSA, Bahia e Vitória.

BASE E PROFISSIONAL

O segundo bloco iniciou com a presença do ex-técnico de Náutico e Sport, Alexandre Gallo. Ele relatou as experiências de gestão, principalmente no seu trabalho com as categorias de base da Seleção Brasileira e no seu período como executivo de futebol do Atlético-MG, em que passou a valorizar mais a base e renovar o elenco profissional.

Logo após, o debate contou com as presenças do jornalista Bruno Reis, como mediador, os executivos de futebol do Trio de Ferro do Recife, Lucas Drubscky (Sport) Nei Pandolfo (Santa Cruz) e Ítalo Rodrigues (Náutico), Alexandre Gallo, Thiago Paes (vice-presidente de futebol do CRB) e Felipe Albuquerque (diretor de futebol do Paysandu).

Aqui, foram abordadas filosofias de gestão dos clubes e as dificuldades encontradas nesse caminho, os seus processos, e reestruturação para profissionalizar, montagem de elencos. Também explanaram diretrizes do departamento de futebol dos clubes. Pontos como formação de grupo, construção do ambiente, estrutura e resultados, gestão de crises, além de aspectos técnicos e estatutários, relacionamento com torcida e imprensa, foram abordados pelos dirigentes em seus trabalhos.


FECHAR