publicidade
23/10/19
Gabigol brilhou e marcou dois dos cinco gols do Flamengo. Foto: AFP
Gabigol brilhou e marcou dois dos cinco gols do Flamengo. Foto: AFP

Flamengo massacra Grêmio e chega à final da Libertadores após 38 anos

23 / out
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 23:59

Um verdadeiro massacre! Depois de um início de jogo equilibrado, o Flamengo tomou conta da decisão e goleou por 5×0 o Grêmio, nesta quarta-feira, no Maracanã, na partida de volta das semifinais da Libertadores. O show do Urubu teve o comando do artilheiro Gabigol, que marcou dois gols. Bruno Henrique, Pablo Marí e Rodrigo Caio completaram o placar elástico.

LEIA MAIS

> Liverpool goleia Genk na Champions; Napoli vence Salzburg

> Leipzig vence Zenit de virada e lidera Grupo G da Champions; Benfica bate Lyon

> Barça sofre mas vence Slavia e lidera Grupo F; Inter supera Dortmund

Depois de 38 anos, o Flamengo chega na final do torneio continental. O adversário é o River Plate, que nessa terça-feira, bateu o rival Boca Juniors. A grande final será decidida em jogo único no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile. É o primeiro ano que a Copa Libertadores será decidida em apenas uma partida num campo neutro.

Leia mais sobre o jogo no JC Online

FICHA DO JOGO – FLAMENGO 5 x 0 GRÊMIO

Flamengo – Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luis; Willian Arão, Gerson (Diego), Everton Ribeiro, Arrascaeta (Piris da Motta) e Bruno Henrique (Vitinho); Gabriel Barbosa. Técnico: Jorge Jesus.

Grêmio – Paulo Victor; Paulo Miranda, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Diego Tardelli), Matheus Henrique, Alisson (Thaciano), Michel e Everton; André (Pepê). Técnico: Renato Gaúcho.

Gols – Bruno Henrique, aos 41 minutos do primeiro tempo. Gabriel, a 1 e aos 10 (pênalti), Pablo Marí, aos 21, e Rodrigo Caio, aos 25 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos – Kannemann, Rodrigo Caio, Everton. Árbitro – Patricio Loustau (Argentina). Renda – R$ 8.150.645,00. Público – 63.409 pagantes (69.981 no total). Local – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).


FECHAR