publicidade
19/10/19
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem

Sport visita o Brasil-RS para encaminhar do acesso à Série A

19 / out
Publicado por Filipe Farias em Notícias às 17:57

O técnico Guto Ferreira arrumou uma maneira no mínimo curiosa para motivar o elenco do Sport nessa reta final da Série B. Além da obrigação da vitória, o comandante rubro-negro ainda coloca alguns desafios para os jogadores rubro-negros. Se contra o São Bento e o Cuiabá a meta era vencer os dois jogos em casa sem sofrer gols, neste domingo (20), diante do Brasil-RS, às 16h, no estádio Bento Freitas, em Pelotas, pela 30ª rodada da Segundona, o desafio é com que a equipe leonina (2º, com 52) consiga quebrar o tabu de ainda não ter engatado a terceira vitória consecutiva na competição.

“O desafio era vencer sem tomar gols. Conseguimos. Agora, o desafio é vencer a terceira seguida, coisa que ainda não conseguimos nessa Série B. Estamos com um bom retrospecto fora de casa, vencemos seis como visitantes… Então, o desafio é vencer essa terceira partida consecutiva. Já vencemos duas em casa e essa contra o Brasil-RS é muito importante pra gente. Nessa reta final sempre é bom vencer”, comentou Guto Ferreira.

LEIA MAIS

> ‘O Brasil-RS costuma fazer caldeirão em seu estádio’, alerta zagueiro do Sport

> Setor ofensivo do Sport está com maior distribuição de gols

> Opinião: quatro últimos goleiros do Sport também se machucaram

> ‘Luan Polli está pronto para jogar’, diz preparador de goleiros do Sport

Para o confronto com o Brasil-RS, o comandante leonino terá os retornos de Willian Farias (foi poupado do último jogo por cansaço muscular) e Leandrinho (cumpriu suspensão e retorna). Por outro lado, não poderá contar com o goleiro Maílson no restante da Segundona devido a um estiramento no ligamento do joelho e, com isso, Luan Polli assume a titularidade nessa reta final de competição.

Mesmo não confirmado o time, como de praxe, a tendência é que Willian e Leandrinho retornem ao time titular. Entretanto, Guto tratou de afirmar que está despreocupado quanto ao escolhido para armar a equipe do Sport. “Os dois estão em bons momentos. Leandrinho tem um jogo mais de contato, de força… Enquanto que Carmona tem a bola parada, a finalização fora da área. Os dois estão chegando bem dentro da área, então, eu estou tranquilo. Esse é o momento da competição que estou mais tranquilo com relação ao camisa 10, pois posso trabalhar com um ou com o outro e até com os dois juntos”, declarou Ferreira, que também utilizou nessa Série B, o brasileiro naturalizado croata Sammir na armação e também chegou a improvisar em alguns jogos o atacante Guilherme na criação das jogadas.

Sobre o Brasil-RS, Guto pregou respeito pelo momento do adversário, que apesar de ter perdido na última rodada para o Paraná, vinha de quatro jogos de invencibilidade (duas vitórias e dois empates). “Um jogo dificílimo. É um time chato, que marca muito e que se impõe dentro de casa. Uma equipe que sob o comando do Bolívar está fazendo uma campanha interessante”.

Por falar em Bolívar, o técnico do Brasil-RS não poderá contar com o zagueiro Bruno Aguiar (ex-Sport) e com o volante Leandro Leite, ambos suspensos. Na zaga, Nirley deve ser o titular. Já no meio-campo, Carlos Jatobá e Eduardo Person brigam pela vaga.

Ficha do jogo

BRASIL-RS

Carlos Eduardo; Ednei, Nirley, Heverton e Willian Formiga; Carlos Jatobá (Eduardo Person), Washington, Murilo Rangel e Diogo Oliveira; Rodrigo Alves e Guilherme Queiroz.
Técnico: Bolívar.
Esquema: 4-4-2.

SPORT

Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias, Charles e Leandrinho; Marquinho (Hyuri), Guilherme e Hernane.
Técnico: Guto Ferreira.
Esquema: 4-3-3.

Local: estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS).
Horário: 16h (de Brasília).
Árbitro: William Machado Steffen (SC).
Assistentes: Éder Alexandre e Eli Alves Sviderski (ambos de SC).


FECHAR