publicidade
15/10/19
Amistoso foi marcado para o mês de novembro. Fotos: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP e ROSLAN RAHMAN / AFP
Amistoso foi marcado para o mês de novembro. Fotos: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP e ROSLAN RAHMAN / AFP

Messi e Neymar poderão se enfrentar em amistoso entre Brasil e Argentina

15 / out
Publicado por Klisman Gama em Futebol Internacional às 10:33

AFP – A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta segunda-feira um amistoso com a Argentina em novembro, no qual Lionel Messi e Neymar poderiam voltar. O aguardado duelo não ocorreu na última Copa América devido à lesão do astro brasileiro.

Em um comunicado, a CBF afirmou que a partida contra a Argentina será no próximo dia 15 de novembro em Riad (Arábia Saudita), enquanto que quatro dias mais tarde a ‘Canarinha’ se medirá a Coreia do Sul em Abu Dhabi (Emirados Árabes), em outro amistoso. Serão os dois últimos jogos da seleção brasileira em 2019.

LEIA MAIS

>> Jogadores do Brasil tentam explicar derrota para o Japão na Arena de Pernambuco

>> Japão surpreende e vence seleção brasileira olímpica na Arena de Pernambuco

>> Lesão de Alexis Sánchez preocupa seleção chilena

>> Lesão grau 2 vai deixar Neymar um mês afastado dos gramados

Curiosamente, Brasil e Argentina já se enfrentaram no ano passado em um amistoso em Riad, com vitória brasileira por 2 a 0, com gols de Gabriel Jesus e Alex Sandro.

A última vez que as duas seleções se enfrentaram foi no dia 2 de julho em Belo Horizonte, quando os brasileiros derrotaram a albiceleste por 2 a 0, com gols de Gabriel Jesus e Roberto Firmino. Neymar, grande figura brasileira, perdeu o torneio por lesão.

As duas partidas chegam em um dos piores momentos do Brasil sob o comando de Tite que no domingo acumulou seu quarto jogo seguido sem vitórias.  Depois de se sagrar campeã da Copa América em julho, a seleção brasileira empatou depois em setembro contra a Colômbia (2-2) e perdeu para o Peru (1-0) nos Estados Unidos, enquanto que na quinta-feira empatou em Singapura contra o Senegal (1-1) e neste domingo, repetiu o mesmo resultado contra a Nigéria, também em Singapura.

A partida contra a Argentina terá também, se não houver surpresas, o retorno de Lionel Messi a sua seleção, depois de ter sido punido com três meses pela Conmebol por suas críticas aos árbitros após o torneio, quando afirmou que eles favoreciam o Brasil.


FECHAR