publicidade
14/10/19
Osmar Loss ganhou maior destaque no cenário nacional ao conquistar a Copa São Paulo Sub-20 em 2015 e 2017 pelo Corinthians Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Osmar Loss ganhou maior destaque no cenário nacional ao conquistar a Copa São Paulo Sub-20 em 2015 e 2017 pelo Corinthians Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Osmar Loss nega contato, mas não descarta acerto com Santa Cruz: ‘Gigante’

14 / out
Publicado por Diego Borges em Notícias às 20:12

Apontado como primeiro passo no planejamento estratégico da temporada 2020, o Santa Cruz segue em busca do acerto do seu novo treinador. Com a renovação de contrato do técnico João Brigatti com o Sampaio Corrêa, equipe que conduziu ao vice-campeonato da Série C 2019, o Tricolor passou a cogitar a vinda de Osmar Loss, que segue sem clube após a demissão do Vitória desde o início do mês de Agosto.

Segundo noticiado pelo repórter Antônio Gabriel, da Rádio Jornal, Loss entrou na mira do Santa Cruz como possível comandante para a próxima temporada. Em entrevista ao Jornal do Commercio, o treinador alegou que ainda não foi procurado pelo clube coral.

LEIA TAMBÉM

Mesmo com ano ruim em campo, Santa Cruz consegue avanços no marketing

“Não tive contato nenhum com ninguém ligado ao Santa Cruz”, apontou Loss, antes de destacar o trabalho atual. “Estou envolvido com a preparação de aulas que dou na CBF academy.”

Entretanto, o treinador não descarta a possibilidade de uma negociação com o clube que aponta como ‘gigante’ no Nordeste e ressalta o poder da torcida coral. “Com certeza… O Santa Cruz é um gigante do futebol nordestino. Um time que tem uma torcida apaixonada.”

CURRÍCULO

Hoje com 44 anos, Loss iniciou a carreira de treinador nas categorias de base do Internacional em 2006. No futebol profissional, teve o Juventude em 2009 e 2010 como primeiro clube, além de comandar o Internacional como interino em 2011 e 2012.

Osmar Loss, no entanto, ganhou maior destaque no cenário nacional ao conquistar a Copa São Paulo Sub-20 em 2015 e 2017 pelo Corinthians, onde revelou valores da base alvinegra como Guilherme Arana, Pedrinho, Malcom, entre outros. Cedido ao Bragantino, não obteve grande sucesso em 2015, mas assumiu a equipe profissional do Corinthians por 22 jogos em 2018, após a saída de Fábio Carille para o futebol árabe.

Após voltar ao cargo de auxiliar do Timão, iniciou a temporada 2019 no Guarani, com 13 jogos e mais recentemente comandou o Vitória por dez partidas, onde segue trabalhando na CBF Academy desde então.


FECHAR