publicidade
30/09/19
Emiliano Sala foi anunciado no Cardiff da Inglaterra, mas não chegou ao destino. Foto: Reprodução/Twitter Emiliano Sala
Emiliano Sala foi anunciado no Cardiff da Inglaterra, mas não chegou ao destino. Foto: Reprodução/Twitter Emiliano Sala

Fifa ordena ao Cardiff pagar € 6 milhões ao Nantes pela contratação de Sala

30 / set
Publicado por Karoline Albuquerque em Futebol Internacional às 19:26

Da AFP – A Fifa ordenou nesta segunda-feira (30) ao Cardiff que pague ao Nantes 6 dos 17 milhões de euros da transferência do jogador argentino Emiliano Sala, falecido em 21 de janeiro em um acidente de avião quando viajava para se apresentar ao novo clube.

Após a morte do jogador, o Cardiff decidiu não pagar os primeiros 6 dos 17 milhões de euros do valor total da transferência, que havia sido validada pelas autoridades do futebol antes do acidente.

LEIA MAIS:

>Messi participa de parte do treino com companheiros do Barcelona

>‘Rei do acesso’, Givanildo Oliveira ganha título de cidadão recifense

>VARzea: com celular, Copa Carpina inova no assistente de arbitragem

O Nantes denunciou o caso na Fifa em fevereiro com o objetivo de receber o valor integral do acordo. Ambos os clubes podem apelar da decisão da Fifa na Corte Arbitral do Esporte (CAS), maior instância jurídica do esporte.

A Comissão do Estatuto do Jogador da Fifa, presidida pelo sul-africano Raymond Hack, se reuniu na última quarta-feira (25) para deliberar sobre o caso.

Esta comissão chegou à conclusão que o Cardiff deve pagar ao Nantes “a soma de 6 milhões de euros, correspondentes ao primeiro pagamento no momento do acordo concluído entre as duas partes em 19 de janeiro de 2019” para a transferência de Sala, que perdeu a vida dois dias depois.

Em seu veredito, a comissão levou em consideração “as circunstâncias trágicas e singulares que cercam o litígio”.

No final de agosto, a Fifa enviou correspondência aos dois clubes pedindo uma conciliação para o pagamento da transferência do jogador argentino. Como não houve acordo, o caso foi entregue à Comissão do Estatuto do Jogador.


FECHAR