publicidade
17/09/19
Italianos levaram a melhor, apesar de criarem menos. Foto: Andreas SOLARO / AFP
Italianos levaram a melhor, apesar de criarem menos. Foto: Andreas SOLARO / AFP

Liverpool inicia defesa do título da Champions com derrota para Napoli

17 / set
Publicado por Karoline Albuquerque em Futebol Internacional às 20:01

Da AFP – Atual campeão europeu e invicto na Premier League, o Liverpool foi derrotado por 2×0 fora de casa pela Napoli, nesta terça-feira (17) na primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Apesar do favoritismo inglês, a Napoli construiu a importante vitória diante de seu público nos minutos finais com gols do belga Dries Mertens, convertendo pênalti sofrido por José Callejon (82), e do espanhol Fernando Llorente, nos acréscimos.

LEIA MAIS:

>Inter e Lyon tropeçam em casa em suas estreias na Champions

>Barcelona estreia na Champions com empate sem gol diante do Borussia

>Stones se lesiona e é mais um desfalque na zaga do City na Champions

“Vencemos uma partida incrível”, comemorou após o jogo Mertens, antes de alertar: “Mas precisamos ser mais consistentes nos próximos jogos. Também derrotamos o Liverpool o ano passado e não nos serviu para nada”, referindo-se à vitória sobre os Reds na temporada passada, embora a Napoli tenha ficado de fora das oitavas de final por ter tido pior saldo de gol que os ingleses em uma chave vencida pelo PSG.

A Napoli lidera o grupo E da Champions com a vitória, assim como Salzburg, que estreou na competição goleando por 6×2 o Genk, também nesta terça-feira (17).

A partida no histórico estádio San Paolo foi franca entre duas equipes ofensivas. Embora o Liverpool tenha criado mais chances de gol, foram os italianos que ficaram com os três pontos.

Fortes emoções

As duas equipes imprimiram um ritmo forte desde o pontapé inicial e tiveram chances de marcar, com o árbitro anulando por impedimento um gol do mexicano Hirving Lozano (7 min), enquanto Mertens tentou um gol por cobertura que o goleiro Adrián precisou se esticar para salvar (19).

O Liverpool respondeu com Sadio Mané, que tabelou com Jordan Henderson e fuzilou o goleiro Alex Meret (21). O jovem italiano, substituto do lesionado Alison, fez bela defesa.

Com o passar do tempo, o Liverpool foi dominando a posse de bola graças a sua superioridade técnica e quase abriu o placar na última jogada de perigo da primeira etapa, um escanteio cruzado na área que o brasileiro Roberto Firmino, sozinho na marca do pênalti, cabeceou para fora (44).

Na volta do intervalo, os atuais campeões europeus seguiram superiores em campo e Salah teve duas ótimas chances de abrir o placar, mas não conseguiu finalizar um contra-ataque de 2 contra 1 por causa de um passe ruim de Sané (54). Em seguida, o egípcio viu Meret defender com uma mão seu chute colocado (65).

Quando a abertura do placar pelos comandados de Jurgen Klopp parecia questão de tempo, Robertson derrubou Callejón na área inglesa, dando a oportunidade à Napoli de ficar à frente no placar com Mertens, que não desperdiçou o pênalti.

Nos acréscimos, quando o Liverpool já não parecia ter forças de reagir, uma bobeira da zaga inglesa deixou Fernando Llorente na cara do gol para marcar o segundo gol napolitano com um toquinho na saída de Adrián.


FECHAR