publicidade
17/09/19
Pipico marcou 16 gols pelo Santa Cruz em 2019.  Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Pipico marcou 16 gols pelo Santa Cruz em 2019. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

“Clube que amo e me sinto em casa”, afirma Pipico sobre Santa Cruz

17 / set
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 9:13

O atacante Pipico nunca escondeu a forte ligação que tem com o Santa Cruz. Na conta pessoal no Instagram, ele comemorou a permanência no Tricolor do Arruda por mais uma temporada. Este será o terceiro ano do artilheiro com a camisa tricolor. No total, são 39 jogos e 22 gols.

“Estou aqui pra dizer que estamos juntos em 2020 e não poderia ser diferente. Foi com imenso prazer que renovei meu contrato por mais um ano no clube que amo e me sinto em casa, onde tenho prazer e honra de entrar em campo”, comentou o atacante.

LEIA MAIS

> Vice-presidente do Santa Cruz tem encontro com oposição em reunião

> Santa Cruz usa valor da venda de Elias para pagar dívidas

> Passivo do Santa Cruz deve girar em torno de R$ 250 milhões

> Santa Cruz projeta orçamento do futebol profissional para o próximo ano

> Presidente do Santa Cruz diz que Pipico não será emprestado neste ano

> Santa Cruz termina drenagem do segundo campo do Ninho das Cobras

> Santa Cruz confirma renovação do atacante Pipico

> Santa Cruz termina drenagem do segundo campo do Ninho das Cobras

> “Fica o sentimento de gratidão”, afirma Ataíde após saída do Santa Cruz

> Ataíde não faz mais parte da comissão técnica do Santa Cruz

> Luciano Sorriso deve deixar cargo de executivo de futebol do Santa Cruz

> Presidente do Santa Cruz revela cuidado com saúde: “Não é fácil”

> Empresário revela permanência de Hericlis no Santa Cruz

> Em recuperação, Pipico lamenta lesão mais grave do que o esperado

> Pipico abre mão de salário maior na Série B para ficar no Santa Cruz

Pipico lamentou a lesão que sofreu na panturrilha esquerda durante a reta final da Série C do Campeonato Brasileiro. Na postagem do Instagram, o atacante frisou que tentou de todas as maneiras retornar aos gramados antes do fim da competição. Inclusive, citou que fez tudo que foi “possível e impossível”.

“Nesse ano, as coisas não ocorreram como queríamos. Não conquistamos nossos objetivos. Eu, particularmente, sofri muito em não poder estar junto dos meus companheiros na reta final. Mas fiz tudo que foi possível e impossível”, contou o centroavante.

Apesar do novo fracasso, Pipico buscou “virar a chave” e projetou o próximo ano. Ele salientou que o Santa Cruz irá continuar precisando do apoio da torcida. “Sei que, com apoio dessa torcida apaixonada e dos meus companheiros, vamos fazer uma temporada de muito sucesso e conquista”, declarou.

CONFIRA


FECHAR