publicidade
14/09/19
O Timbu voltou à Segunda Divisão. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
O Timbu voltou à Segunda Divisão. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Náutico inicia contra o Juventude caminhada em busca do inédito título nacional

14 / set
Publicado por Fernando Castro em Náutico às 18:16

O Náutico inicia neste domingo a caminhada em busca de uma vaga na final da Série C e do inédito título nacional. Contra o Juventude, a partir das 18h, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, a equipe comandada pelo técnico Gilmar Dal Pozzo realiza o primeiro confronto válido pela semifinal da competição. Depois de conquistar o acesso à Série B de forma dramática, com direito a gol de empate no último minuto de jogo e vitória contra o Paysandu nos pênaltis, os jogadores alvirrubros agora tentam escrever mais um capítulo na história do clube.

“Foi uma das melhores semanas deste ano, foi sensacional, excepcional, pude curtir, a minha esposa estava aqui, fiquei do lado dela, mas em paz, essa é a palavra. Depois retomamos os trabalhos e eu automaticamente voltei a me concentrar mais e estou com a faca nos dentes, é um discurso que eu usei quando cheguei aqui, porque quero muito essa conquista, essa estrela, o clube quer isso, então é dessa forma que vamos enfrentar”, comentou Gilmar Dal Pozzo.

Com o principal objetivo da temporada conquistado, o Náutico entra em campo contra o Juventude sem a pressão e o peso dos últimos dois anos nas costas dos jogadores, mas com muita responsabilidade em jogo. Antes do confronto com o time gaúcho, Gilmar Dal Pozzo revelou uma conversa entre a comissão técnica, os atletas e a diretoria alvirrubro. De acordo com o treinador, a incumbência do elenco aumenta depois do acesso à Série B.

“Eu falei para os atletas e para a diretoria, que nesse momento tínhamos que assumir uma posição. Hoje o Náutico tem que ter postura e futebol de Série B, jogar, marcar da mesma forma e assumir essa responsabilidade, fomos nós que conquistamos isso, por merecimento, mas agora a responsabilidade aumenta, do técnico montar a melhor estratégia, do jogador jogar mais do que vinha jogando e isso é um desafio ótimo. Não quero mais voltar para a Série C”, destacou o comandante alvirrubro.

Para o jogo de ida da semifinal, Dal Pozzo precisou quebrar um pouco a cabeça para montar a escalação do Náutico. Apesar de não ter revelado a equipe titular que começa o jogo, o treinador confirmou o veto de cinco jogadores contra o Juventude. Artilheiro do Timbu com cinco gols na Série C, o atacante Thiago é o principal desfalque do time. Substituído machucado do último jogo, o jogador ainda se recupera de uma entorse no tornozelo direito.

Além de Thiago, outros três jogadores desfalcam o ataque alvirrubro. De fora do jogo de ida das quartas de final, Rafael Oliveira voltou a sentir uma lesão na panturrilha direita e está fora da partida. Com lesões recentes, Odilávio e Paulinho também não viajaram com a delegação alvirrubra para Caxias do Sul. Por fim, além de estar suspenso por conta da expulsão contra o Paysandu, o zagueiro Diego Silva sentiu a região adutora da coxa esquerda, fez exame de imagem e foi detectada uma lesão muscular de grau um.

LEIA MAIS

>Opinião: Projetando a temporada de 2020 do Náutico

>Cinco jogadores desfalcam o Náutico contra o Juventude

>Opinião: a motivação do elenco do Náutico na temporada

JUVENTUDE

Vice-colocado do Grupo B durante a primeira fase, o Juventude não teve dificuldades para conquistar o acesso, ao golear o Imperatriz dentro de casa por 4×0, no jogo de volta das quartas de final da Série C. Com a força do Alfredo Jaconi como trunfo, o time gaúcho também aposta no experiente meia Renato Cajá, de 34 anos. O jogador é o artilheiro do time na competição e marcou três gols na vitória que garantiu o acesso à Série B. Em negociações avançadas para ser emprestado à Ponte Preta, Cajá deve enfrentar o Náutico. Gilmar Dal Pozzo se mostrou atento para a qualidade do meia, mas também fez questão de elogiar o conjunto do time adversário.

“É um jogador que pode fazer a diferença, desequilibra pela boa qualidade, tem uma boa finalização, bola parada, mas o que chama mais atenção no juventude é o conjunto, pode ter certeza. É uma defesa muito sólida, marca bem, um meio campo bom, com qualidade, que transita bem e três atacantes com presença de área, que fazem gols, então tem que ter cuidado com toda a equipe e tem que ter cuidado com isso”, destacou Dal Pozzo.

FICHA DO JOGO

Juventude: Marcelo Carné; Vida, Genílson, Sidimar e Eltinho; João Paulo, Jhon Lennon, Aprille e Renato Cajá; Dalberto e Carlos Henrique; Técnico: Marquinhos Santos. Esquema: 4-4-2.

Náutico: Jefferson; Hereda, Rafael Ribeiro (Fernando Lombardi), Camutanga e Wilian Simões (Erick Daltro); Josa, Jiménez e Jean Carlos; Jhonnatan, Álvaro (Matheus Carvalho) e Wallace Pernambucano. Técnico: Gilmar Dal Pozzo. Esquema: 4-3-3.

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). Horário: 18h. Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG). Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Sidmar dos Santos Meurer (MG).


FECHAR