publicidade
13/09/19
O primeiro campo do Santa Cruz foi inaugurado em dezembro. Foto: Davi Saboya/JC
O primeiro campo do Santa Cruz foi inaugurado em dezembro. Foto: Davi Saboya/JC

Santa Cruz termina drenagem do segundo campo do Ninho das Cobras

13 / set
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 9:16

O Santa Cruz concluiu a drenagem do segundo campo do Centro de Treinamento Ninho das Cobras, em Aldeia, na Região Metropolitana do Recife (RMR). A informação foi confirmada pelo ex-presidente João Caixero, que é o responsável pela obra. Ele também salientou que o próximo passo é a colocação da areia. Serão necessários 240 caçambas de areia para obter uma camada de 20 cm. E em seguida, montar a irrigação, que o material já está comprado.

A previsão de entrega do novo gramado passou de outubro para o fim de ano entre os meses de novembro e dezembro. Isso porque as fortes chuvas que atingiram o Recife e a Região Metropolitana atrapalharam o andamento da obra. Caso isso aconteça, o campo será entregue um ano após o primeiro.

LEIA MAIS

> “Fica o sentimento de gratidão”, afirma Ataíde após saída do Santa Cruz

> Ataíde não faz mais parte da comissão técnica do Santa Cruz

> Luciano Sorriso deve deixar cargo de executivo de futebol do Santa Cruz

> Presidente do Santa Cruz revela cuidado com saúde: “Não é fácil”

> Empresário revela permanência de Hericlis no Santa Cruz

> Tininho traça perfil de treinador para o Santa e detalha negociação com Pipico “quer ficar”

> Em recuperação, Pipico lamenta lesão mais grave do que o esperado

> Pipico abre mão de salário maior na Série B para ficar no Santa Cruz

Atualmente, o Ninho das Cobras é uma nova opção de treinamento para o Santa Cruz durante a temporada. No entanto, o CT conta apenas com o campo e um vestiário para os jogadores. O projeto ainda está longe de ser concluído. A obra caminha a passos lentos porque depende de doações da torcida e verbas que são revertidas para a construção pelo clube ou por meio de campanhas de arrecadação.

“Confiança, contribuição, colaboração e participação. Essa é a tônica do Santa Cruz desde a fundação e é a que precisa continuar para conseguimos tirar o CT do papel. A torcida tem essa importante função, mesmo quando o futebol diminui isso com as decepções do campo. Os três poderes estão atuando de forma harmônica e tentando buscar cada dia mais o melhor”, afirmou João Caixero.


FECHAR