publicidade
12/09/19
Messi e Neymar atuaram juntos no Barcelona. Foto: AFP
Messi e Neymar atuaram juntos no Barcelona. Foto: AFP

“Teria ficado feliz se Neymar voltasse”, afirma Messi

12 / set
Publicado por Karoline Albuquerque em Futebol Internacional às 18:27

Da AFP – O ídolo argentino Lionel Messi teria ficado “feliz” com a volta de Neymar ao Barcelona, declarou o jogador em entrevista publicada nesta quinta-feira (12) pelo diário esportivo catalão Sport.

Dez dias após o fechamento da janela de transferência na Europa, na qual Neymar flertou com o Barça, mas acabou ficando no Paris Saint-Germain, Messi defendeu o amigo brasileiro e ex-companheiro de clube (2013-2017), que para o argentino é um dos poucos jogadores capazes de reforçar o atual elenco catalão.

LEIA MAIS:

>Opinião: o jogo da insônia

>Iraniana morta após se incendiar tinha transtorno neurológico, diz pai

>‘Confiem em nós’, pede futebol francês na luta contra a homofobia

“A verdade é que sim, teria ficado feliz se Neymar voltasse”, declarou o argentino em longa entrevista realizada na terça-feira (10).

“Entendo as pessoas que eram contra, e é normal por tudo que aconteceu com Ney, a maneira como foi e como nos deixou (…), mas pensando a nível esportivo, para mim Neymar é um dos melhores do mundo e obviamente nossa equipe teria aumentado as chances de conseguir os resultados que todos queremos”, admitiu o argentino.

“Não, decepcionado não. Eu teria gostado que viesse e que estivesse comigo, mas como disse antes, temos um elenco espetacular para brigar por tudo sem ele também”, completou.

Messi aproveitou a entrevista para desmentir os boatos de que teria imposto aos dirigentes do clube a contratação de Neymar: “É óbvio que não mando (…) Nunca falamos que era preciso contratá-lo. Não impomos nada”.

Convertido em 2017 no jogador mais caro da história (222 milhões de euros) ao ter a multa rescisória paga pelo PSG, Neymar não escondeu sua vontade de voltar ao Barcelona, como confirmou Messi.

“Não sei se o clube realmente queria ou não. Eu sei que Ney tinha muita vontade (de voltar). Mas também entendo que é muito difícil negociar com o PSG”, explicou o argentino, afirmando não saber se o Barça realmente se empenhou para trazer o atacante brasileiro: “Sinceramente, não sei se (o Barça) fez todo o possível”.


FECHAR