publicidade
11/09/19
Estádio dos Aflitos foi reinaugurado no primeiro semestre de 2019. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Estádio dos Aflitos foi reinaugurado no primeiro semestre de 2019. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Estádio dos Aflitos receberá jogo da seleção após conquista do acesso

11 / set
Publicado por Gabriela Máxima em Náutico às 13:38

A seleção brasileira olímpica jogará no estádio dos Aflitos no próximo mês de outubro. Quem confirmou a informação foi o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, em entrevista à Rádio Jornal, na manhã desta quarta-feira. O estádio do Náutico será palco do amistoso entre Brasil e Venezuela, no dia 10, uma quinta-feira.

FICAR NA HISTÓRIA

De acordo com Evandro Carvalho, o Timbu será prestigiado após as últimas conquistas: o acesso à Série B e a reinauguração dos Aflitos, no primeiro semestre. “Os dois jogos seriam na Arena, mas considerando o feito do Náutico, a reinauguração dos Aflitos e considerando essa confusão com o Paysandu pensei em premiar o Náutico com esse jogo”, observou Evandro, em entrevista à Rádio Jornal. Ele continuou. “Ao invés de colocar (o jogo) na Arena (de Pernambuco), vamos colocar nos Aflitos, com ingressos bem baratos que permitam encher o estadio. E vai ficar na história como o estádio que recebeu a seleção brasileira, assim como aconteceu com o Arruda e  a Ilha do Retiro. O único que não havia recebido era os Aflitos e agora vamos suprir essa lacuna”, argumentou o dirigente, que continuou.

LEIA MAIS

>> “Muito especial”, diz Vinicius Júnior sobre estreia da seleção brasileira

>> Presidente da FPF confirma pedido do Paysandu para anular jogo do acesso do Náutico

>> Diretor do Sport confirma contratação do atacante Marcinho 

Evandro ainda falou sobre a importância da seleção olímpica para Copa do Mundo e, especialmente, para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. “A seleção olímpica é a seleção que Tite vê como principal produto para formar a próxima seleção para a Copa do Mundo. No Japão, para os Jogos Olímpicos, a CBF quer conquistar a medalha de ouro”, finalizou.


FECHAR