publicidade
10/09/19
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Chororô do Paysandu tem lógica, mas não dá em nada

10 / set
Publicado por Carlyle Paes Barreto em Instant Articles às 16:40

Braço colado ao corpo sem ampliar área, proximidade entre o jogador que cabeceia e o atingido, velocidade da jogada, falta de intenção, bola não indo em direção ao gol. Mesmo os mais fanáticos viram que o pênalti que levou a decisão entre Náutico e Paysandu foi marcado de forma errada. Mas isso não é capaz de mudar o resultado de campo, como quer os paraenses. Tampouco refazer a partida. Porque falhas de arbitragem fazem parte do futebol. Assim como o chororô.

O próprio Náutico foi prejudicado nas quartas de final do ano passado. Assim como em diversos Estaduais, Brasileiros, sub-20, sub-11, feminino… Foi beneficiado também. A exemplo do Paysandu, do Remo, Santa, Sport, Flamengo, Grêmio, Barcelona, seleção brasileira.

Embora cartolas já tenham anulado resultado de campo, como o que tirou o título brasileiro do Inter e deu ao Corinthians em 2005, ou mesmo repetindo duelo entre Ponte x Aparecidense na Copa do Brasil, o normal (e correto) é seguir o jogo. Até porque não houve interferência externa, como nos exemplos anteriores. Foi interpretação equivocada. Erro de fato, não de direito.

Mas isso o Paysandu sabe. Só quer dar satisfação a sua torcida.


FECHAR