publicidade
28/08/19
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem

‘Foi o pior primeiro tempo desde que assumi o Sport’, diz Guto Ferreira

28 / ago
Publicado por Filipe Farias em Notícias às 0:39

“O Sport foi para o primeiro tempo?”. Foi com essa pergunta retórica que o técnico Guto Ferreira iniciou a coletiva de imprensa logo após o empate contra o Atlético-GO. Bastante lúcido, o comandante rubro-negro reconheceu que o Leão não entrou em campo e, por milagre, não foi para o vestiário com um placar irreversível.

Mesmo com o rendimento abaixo na primeira etapa, Guto explicou o que procurou fazer para reverter a situação adversa usando o intervalo para isso. “Foi o pior primeiro desde que assumi o time. Não no encontramos. Corremos atrás o tempo todo. Muita dificuldade e eu rezando para acabar logo. Tirei o Juninho, ma poderia trocar uns oito, nove jogadores. Fomos para o vestiário, nos acalmamos, demos moral para eles e voltamos bem postados, aguerridos, tocando mais curto, com aproximação. A medida que o Atlético-GO foi se desgastando, nós fomos crescendo. Se não fosse o goleiro deles, teríamos vencido”, contou. “Todos estão de parabéns pela superação e entrega”, concluiu o treinador.

LEIA MAIS:

Sport empata com o Atlético-GO em 1×1 e termina 1º turno no G-4

Direção do Sport decide retirar o ‘Paredão de Magrão’ da Ilha do Retiro

Ao invés de dar uma dura nos jogadores pelo péssimo primeiro tempo apresentado, Guto Ferreira revelou que adotou outra estratégia para obter uma mudança de postura dos seus comandados. “Há momentos que temos de bater e momentos que temos de pegar no colo. A equipe saiu tão perdida de campo. Admito isso. Foi caótico. Que naquele momento não era de bater. Era de tranquilizar, respirar fundo e dar moral. Falei a eles que estou no clube há seis meses e nunca vi eles fazerem dois tempos ruins. Falei isso a eles. Como não entramos em campo no primeiro tempo, que deveríamos voltar melhor e fazer o resultado. Eles cresceram e conseguimos o empate”, explicou.


FECHAR