publicidade
18/08/19
Elias marcou o primeiro gol do Santa Cruz na vitória contra o Globo. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Elias marcou o primeiro gol do Santa Cruz na vitória contra o Globo. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Elias marca, Santa Cruz vence Globo na Arena e segue vivo na Série C

18 / ago
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 20:00

A noite deste domingo começou com muita confiança entre os tricolores e acabou com uma explosão de certeza que está vivo na briga pela classificação para as quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro. Na Arena de Pernambuco, o Santa Cruz conseguiu os três pontos ao vencer por 2×1 o Globo na penúltima rodada da primeira fase. Os gols da vitória foram marcados pelo jovem atacante Elias, que entrou com a difícil missão de substituir o artilheiro Pipico e conseguiu cumprir o objetivo, além do volante Charles. Murici descontou no fim do duelo.

LEIA MAIS

Jogadores comemoram vitória do Santa Cruz diante do Globo-RN

Confira os melhores momentos do Santa Cruz pelas lentes do JC Imagem

A torcida coral deu show na arquibancada do estádio em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Além de Elias, o goleiro Anderson também merece o destaque na partida. Como costume ao longo da temporada e na competição, o arqueiro tricolor salvou o time do empate em uma grande defesa no fim da partida. Outro ponto que vale ressaltar é a atuação em conjunto da Cobra Coral. Durante toda a partida a equipe se mostrou determinada a vencer.

Com o resultado positivo, o Santa encostou na zona de classificação. Pulou para quinto colocado com 25 pontos. Mesma pontuação do Confiança e Imperatriz, que estão na terceira e quarta posição, respectivamente, e ficam na frente pelo critério de desempate. O próximo confronto e última da fase de grupos é o clássico diante do Náutico, sábado, às 17h, no estádio dos Aflitos. Mais uma vez, só a vitória interessa ao Tricolor do Arruda.

O JOGO

A partida começou com as duas equipes dispostas a vencer e buscando logo abrir o placar. De cara, nos primeiros minutos, o Globo criou as oportunidades. Ambas pelo lado esquerdo do setor ofensivo com o atacante Negueba. Na primeira, foi parado com falta e na cobrança o goleiro coral Anderson não teve trabalho. E na outra, o jogador potiguar cruzou rasteiro e o companheiro Bam Bam não conseguiu chegar na bola.

Já o Santa Cruz, empurrado pela torcida que compareceu em peso, se mostrou ansioso assim como os tricolores que estavam presentes na Arena. Apesar da voluntariedade, o time coral continuou sentindo a falta de uma referência no ataque. No início, o time conseguiu cercar a grande área do adversário, mas errou bastante no último passe. As primeiras chances surgiram em chutes de fora da área.

E quando conseguiu encaixar a primeira jogada, o Tricolor do Arruda não vacilou. Aos 16 minutos, Augusto recebeu lançamento pelo lado esquerdo, passou pelo marcador e tocou para Elias, entre os zagueiros do Globo, se esticar e desviar para o fundo da rede. A abertura do placar deixou o jogo ainda mais aberto. Se antes o adversário tricolor buscava a vitória, depois ainda mais.

No segundo quarto do jogo, as duas equipes continuaram com grande volume de jogo, mas pecaram na conclusão dos lances. Quando chegavam no último terço do campo, o pelotão de frente de ambas se precipitava e não conseguia o êxito. Com a vitória temporária, o técnico Milton Mendes sentiu que o Santa estava exposto e colocou o volante Kadu na vaga do meia Jailson para fechar a marcação, como também segurar a vantagem.

Depois do intervalo, assim como acabou a etapa inicial, o Santa Cruz continuou mais precavido e o Globo partiu para cima. No lado dos mandantes, apenas o atacante Elias ficava no campo de ataque. O restante da equipe toda compactada na defesa e pronta para um contra-ataque, que sacramente a vitória. Ao contrário dos visitantes, que deixaram o zagueiro Victor no campo defensivo. Chegando perto do gol de Anderson, o time do Rio Grande do Norte errou bastante na conclusão dos lances.

No final do jogo, a Cobra Coral se armou e começou a atacar após um período de pressão do adversário. Na primeira investida, Celsinho encontrou Charles, que soltou uma “bomba” de fora da área e tirou tinta do gol de Rafael. Depois, em um contra-ataque, Celsinho arrancou livre pelo e arriscou de fora da área, mais uma vez a bola passou perto. Na resposta, o Globo ainda teve um gol anulado do volante Jardel, que completou de cabeça a bola levantada na área.

Aos 39, o Santa Cruz conseguiu sacramentar o resultado positivo numa bela investida. O volante Charles recebeu pelo lado esquerdo de ataque, dentro da grande área, e mandou para o fundo da rede. O Globo ainda tentou o empate durante os últimos minutos. Porém, só conseguiu balançar a rede no último lance, aos 46, com um chutaço no ângulo do atacante Murici. Antes, esbarrou no goleiro Anderson, que chegou a fazer uma defesa milagrosa.

FICHA DO JOGO – SANTA CRUZ 2X1 GLOBO

Santa Cruz – Anderson; Cesinha, João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Charles, Everton (Warley) e Daniel Costa; Jailson (Jailson), Augusto (Celsinho) e Elias. Técnico: Milton Mendes.

Globo – Rafael; Glaubinho (Paulinho), Alexandre, Victor e Nininho; Ramon, Jardel e Jean Natal (Chiclete); Negueba, Bam Bam (Murici) e Max. Técnico: Higor César.

Local: Arena de Pernambuco, São Lourenço da Mata-PE. Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ). Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Thiago Rosa de Oliveira (ambos do RJ). Gols: Elias aos 16′ do 1ºT, Charles aos 39′ do 2ºT e Murici aos 46′ do 2ºT. Cartões amarelos: Kadu (Santa Cruz). Jean Natal, Ramon e Jardel (Globo). Público: 19.773 torcedores. Renda: R$ 158.037,00


FECHAR