publicidade
17/07/19
Neymar deixou o Barcelona em 2017 e pode retornar ao clube catalão. Foto: AFP
Neymar deixou o Barcelona em 2017 e pode retornar ao clube catalão. Foto: AFP

O complexo jogo de blefes entre Neymar, PSG e o Barcelona

17 / jul
Publicado por Karoline Albuquerque em Futebol Internacional às 18:39

Da AFP – Entre Neymar e o PSG, tudo mudou. O brasileiro corteja abertamente o Barcelona, mas o clube catalão parece estar em dúvida: o grande nome da janela de transferência mantém o mundo do futebol em suspense, mas tudo poderia ser um simples jogo de blefes, segundo vários especialistas.

Último capítulo da série: segundo o diário francês L’Equipe e a imprensa espanhola, o Barcelona teria oferecido ao PSG um troca de Neymar por Philippe Coutinho e Ousmane Dembélé ou Ivan Rakitic, além de 40 milhões de euros. É pouco para um jogador comprado por 222 milhões de euros há dois anos… “O Barça fez um teste para testar a reação do PSG”, afirma Loïc Ravenel, analista do Observatório do Futebol (CIES).

LEIA MAIS:

“Messi é a imagem do futebol”, afirma Griezmann

Ceballos está perto do Arsenal, segundo imprensa espanhola

Pernambucanos rememoram passagem da seleção tetracampeã pelo Recife

Uma opinião que comparte Virgile Caillet, delegado-geral da União Esporte e Mobilidade: “Estamos em uma fase na qual o Barcelona está enviando sondas, por meio da imprensa ou de empresários, para avaliar o grau de aceitabilidade do PSG”.

Para este especialista de marketing esportivo, “entramos numa fase de jogos de influências entre as diferentes partes (o pai e empresário de Neymar, o PSG e o Barça), que parecem jogar uma espécie de pôquer”.

PSG “ingênuo”

“As condições que o Barcelona estaria impondo para uma suposta volta de Neymar são quase impossíveis de cumprir. Não pretendem pagar pelo camisa 10 e um acordo de troca de jogadores se mostra complexo. Sem esquecer que, além de sua falta de profissionalismo fora dos campos, o fisco espanhol está cobrando de Neymar 35 milhões de euros”, escreveu nesta quarta-feira o diretor do Mundo Deportivo, Josep M. Artells.

“Resumindo, o Barça propõe dois jogadores dos quais já queria se livrar e um valor relativamente baixo. Ao aceitar tal proposta, o PSG sairia como o ingênuo da história”, considera Caillet.

Com isso, não é difícil imaginar que o clube catalão teria feito uma oferta propositalmente inaceitável ao clube parisiense para forçá-lo a recusar, podendo depois garantir que tentou trazer Neymar de volta, sem sucesso, garante este especialista.

Para o diário esportivo espanhol AS, o Barça está “colocando as bases para uma negociação”, embora a chegada do atacante não seja vista como necessária para a equipe.

Do lado do PSG, que espera recuperar boa parte do valor investido em Neymar, as contas não batem, principalmente porque o clube não está interessado em Coutinho, Rakitic ou Dembélé. “Nunca ouvimos nada sobre o interesse do PSG nesses jogadores”, afirma Ravenel.

O valor de Neymar

“Além destes assuntos, a pergunta mais importante é: qual o verdadeiro valor de Neymar hoje?”, questiona Ravenel. De fato, após ser apresentado há dois anos como um possível futuro vencedor da Bola de Ouro, Neymar viu sua relação de força com o PSG claramente se inverter.

Uma série de lesões, eliminações desastrosas na Champions, uma imagem arranhada por uma acusação de estupro, agressão a um espectador, insultos a um árbitro: Neymar já não é o craque do futuro que parecia ser.

Segundo o CIES, o passe do atacante está avaliado hoje em cerca de 120 milhões de euros, ou seja, 100 milhões a menos que o preço pago pelo PSG há dois anos.

“O PSG também vai ter que colocar água no seu chope. Não quer vender Neymar por pouco, mas pedir 300 milhões de euros hoje é claramente irreal”, argumenta Ravenel. Mas, ao colocar o preço nas nuvens, o PSG não estaria também blefando?

A esse preço, somente alguns grandes clubes poderiam teoricamente fazer o investimento. Além do Barcelona, é possível pensar em gigantes como Real Madrid ou Manchester United, mas estes dois últimos já se reforçaram com outros nomes, enquanto o Barça acaba de anunciar a contratação de Antoine Griezmann por 120 milhões de euros.

Nesse cenário, não há tanta pressa para acolher Neymar, que, ao fim da janela de transferência, poderia acabar percebendo que a melhor saída é simplesmente ficar no PSG.


FECHAR