publicidade
22/06/19
O Brasil garantiu a vaga ao vencer a Itália. Foto: AFP
O Brasil garantiu a vaga ao vencer a Itália. Foto: AFP

Brasil luta pela permanência na Copa França-2019 diante da anfitriã

22 / jun
Publicado por Karoline Albuquerque em Copa do Mundo às 15:21

Um duelo dificílimo com estatísticas completamente desfavoráveis contra a seleção brasileira. Às 16h deste domingo (23), o Brasil luta pela permanência na Copa do Mundo Feminina França-2019 justamente contra as anfitriãs, nas oitavas de final da competição, no Stade Océane, em Le Havre. Em oito jogos das duas equipes, foram cinco empates e três vitórias francesas.

O confronto do dia é o segundo em Copa do Mundo. Na primeira vez em que duelaram num Mundial, em 2003, deu empate. Ciente do que espera a seleção, a meia Andressinha destacou a qualidade do time francês. Além de um fator que pesa: jogar em casa.

LEIA MAIS:

Antes do mata-mata da Copa, Fifa muda regras de cartões para goleiras

Fifa pressiona Irã para permitir mulheres em estádios de futebol

Brasil encara a França para quebrar tabu

“A gente sabe da qualidade da equipe da França. Elas estão jogando em casa. A equipe acaba ganhando uma força muito maior. A gente teve essa experiência na Olimpíada, a gente sabe que a torcida empurra muito. Além disso, elas têm uma equipe muito qualificada”, disse.

Na fase de grupos, a França terminou com 100% de aproveitamento, com sete gols marcados e apenas um sofrido, liderando o Grupo A. O Brasil, por sua vez, foi um dos melhores 3º colocados, já que os três times que avançaram do Grupo C somaram seis pontos e foram separados por saldo de gols.

Apesar de destacar o poder do time da casa, a meia brasileira confia na equipe nacional. “Estamos preparadas para enfrentar a França. Não tem muito tempo para escolher. É Copa do Mundo, as equipes que passaram de fase todas são boas, então tem que encarar de igual para igual qualquer equipe”, emendou.

O Brasil deve ter em campo sua força máxima. A volante Formiga volta de suspensão. Como sofreu uma entorse leve no tornozelo esquerdo, a jogadora quarentona vem sendo poupada dos treinos.


FECHAR