publicidade
21/06/19
A goleira nigeriana Chiamaka Nnadozie recebeu amarelo no último jogo da fase de grupos por se adiantar em cobrança de pênalti da França. Foto: FRANCK FIFE / AFP
A goleira nigeriana Chiamaka Nnadozie recebeu amarelo no último jogo da fase de grupos por se adiantar em cobrança de pênalti da França. Foto: FRANCK FIFE / AFP

Antes do mata-mata da Copa, Fifa muda regras de cartões para goleiras

21 / jun
Publicado por Karoline Albuquerque em Copa do Mundo às 20:10

Um dia antes do começo do mata-mata da Copa do Mundo França-2019, a Fifa publicou uma mudança nas regras. Nesta sexta-feira (21), a direção da IFAB (órgão que regulamenta as regras do desporto) decidiu dispensar temporariamente os cartões amarelos para as goleiras que saem da linha do gol em decisões por pênaltis.

Atualmente, a regra diz que se o pênalti precisar ser cobrado novamente por causa da saída da goleira, esta é advertido. O propósito, segundo a IFAB, é fazer com que os defensores evitem infringir a regra do jogo. Agora, os casos em que o árbitro de vídeo (VAR) por usado para a penalidade ser batida de novo não precisam ser punidos.

LEIA MAIS:

Fifa pressiona Irã para permitir mulheres em estádios de futebol

Brasil encara a França para quebrar tabu

Já garantidos, EUA vence Suécia; Chile ganha da Tailândia, mas não avança

A decisão, ainda segundo a nota do órgão, foi tomada por três motivos listados. O primeiro é a presença do VAR, que já aumenta a possibilidade de advertência. Além disso, o árbitro de vídeo aumenta o risco do goleiro de receber um segundo amarelo e ser expulso no tempo normal.

Por isso, o terceiro item explica que se isso ocorrer em jogo que vá até a prorrogação, ainda há a chance de substituir, mas isso não acontece nas decisões por pênalti. Sendo assim, as punições no tempo normal seguem normais, como ocorreu durante a fase de grupos. Com a experiência, os órgãos esperam considerar o impacto do VAR nas cobranças e decisões em penalidades.


FECHAR