publicidade
16/06/19
Foto: Mauro PIMENTEL / AFP
Foto: Mauro PIMENTEL / AFP

Catar reage e busca empate com o Paraguai na Copa América

16 / jun
Publicado por Karoline Albuquerque em Copa América às 19:02

Da AFP – O Catar, atual campeão da Ásia, surpreendeu neste domingo (16) ao empatar em 2×2 com o Paraguai, pelo Grupo B da Copa América do Brasil-2019, em duelo disputado no Maracanã. Os paraguaios chegaram a abrir dois gols de vantagem na partida com um pênalti convertido por Óscar Cardozo, logo aos 4 minutos de jogo, e Derlis González ampliou aos 11 do segundo tempo.

Os cataris, que entraram em campo sem complexos de inferioridade e deixaram escapar três claras chances de gol no primeiro tempo, descontaram aos 23 minutos do segundo tempo com Ali Almoez e empataram o jogo aos 32 com Boualem Khoukhi.

LEIA MAIS:

Copa feminina: Brasil faz treino tático visando jogo contra a Itália

Resultados favorecem o Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino

Colômbia anula Messi e vence a Argentina por 2×0, na Arena Fonte Nova

Com o resultado, guaranis e cataris empatam na segunda colocação do Grupo B com 1 ponto, atrás da líder Colômbia (3) e à frente da lanterninha Argentina (0).

Convidados a participar da Copa América, os cataris, futuros anfitriões da Copa do Mundo em 2022, pareceram sentir a pressão de jogar no Maracanã nos primeiros minutos do jogo. Mas foram ganhando moral e, na base de um futebol veloz, equilibraram a partida.

O Catar, porém, teve que correr atrás do prejuízo desde muito cedo no jogo, após o árbitro anotar com convicção um pênalti a favor do Paraguai por mão na bola dentro da área que Cardozo converteu sem dificuldades.

Almoez infernal

Os cataris, que sob o comando do técnico espanhol Félix Sánchez derrotaram em fevereiro o Japão na final da Copa da Ásia, não se renderam e começaram a tocar a bola em busca de Ali Almoez, maior nome do futebol do país e artilheiro do torneio asiático em 9 gols.

Assim, a partida ficou equilibrada. O Paraguai também tentou se impor, tocando de um lado para o outro e buscando quebrar as linhas de defesa do Catar para que a bola chegasse a seu trio de ataque formado por Cardozo, Hernán Pérez e Cecilio Domínguez.

Pérez teve duas chances de marcar (36, 37) de dentro da área catari, mas as tentativas acabaram parando nas mãos do goleiro adversário. No fim do primeiro tempo, foi a vez do goleiro Gatito Fernández, ídolo do Botafogo, salvar o Paraguai duas vezes, defendendo dois chutes perigosos de Alhaydos e Almoez.

Catar reage

No segundo tempo, o técnico argentino Berizzo tirou Pérez por Derlys González, atacante do Santos, uma mudança que deu mais mobilidade ao ataque e devolveu a supremacia do jogo para os paraguaios. E o gol de González veio aos 11 minutos, em bela trama ofensiva que o atacante definiu com qualidade.

Mas quem achava que o Catar iria se render estava enganado. Os asiáticos partiram para o ataque sem medo e, na velocidade de Karim Hassan Abdel, encontraram o caminho do gol.

Após empatar com Almoez e Khoukhi, os paraguaios suaram para segurar o pontinho diante dos valentes cataris, que ganharam o apoio da torcida brasileira no Maracanã por seu jogo envolvente e corajoso.


FECHAR