publicidade
12/06/19
Marta e Kerr têm duelo particular. Fotos: CBF e AFP
Marta e Kerr têm duelo particular. Fotos: CBF e AFP

Brasil e Austrália duelam por hegemonia na Copa do Mundo

12 / jun
Publicado por Karoline Albuquerque em Copa do Mundo às 19:46

Os lados do mundo são opostos, mas o forte histórico no futebol feminino é igual. Brasil e Austrália entram em campo hoje pela 2ª rodada do Grupo C da Copa do Mundo França 2019 com necessidades semelhantes, apesar das diferenças. As Matildas estrearam com uma derrota inesperada de virada para a Itália, por 2 x 1, enquanto as brasileiras conseguiram quebrar o longo jejum de novo jogos sem vitória, fazendo 3×0 na Jamaica.

Para se manter na briga por uma classificação às oitavas de final, as oceânicas precisam vencer o jogo. Um resultado favorável ao Brasil significa uma vaga praticamente garantida na fase seguinte.

LEIA MAIS:

França garante liderança do Grupo A ao vencer Noruega

Com Marta, Brasil volta a sorrir para enfrentar uma Austrália ferida

Alemanha vence Espanha e põe um pé nas oitavas da Copa feminina

O histórico do confronto é favorável ao time sul-americano. Em nove confrontos, foram cinco vitórias brasileiras. O grande problema é que isso não acontece desde 2014. De lá para cá, três derrotas e um empate, sendo um dos triunfos australianos pouco antes do longo jejum enfrentado pelo Brasil, do ano passado para cá. Em Copas do Mundo, a vantagem também é de Marta e cia: três jogos com duas vitórias da Canarinha. Em Olimpíadas, só deu Brasil nas três oportunidades, incluindo a disputa de pênaltis no Rio-2016.

Apesar das boas memórias, a lateral-direita Letícia pede calma. “Espero que a gente possa fazer um bom jogo, conseguir um bom resultado, que são os três pontos e já a classificação antecipada para a próxima fase. Mas claro, sabemos da qualidade do adversário, mas nós também somos uma grande Seleção e temos tudo para conquistar a vitória”, disse a jogadora.

No último treino antes do jogo, ontem, o foco foi o trabalho tático, visando o confronto. Todas as jogadoras participaram da atividade. Desde terça-feira, a atacante Marta treina normalmente com a equipe, já recuperada de uma lesão de grau 1/2 no músculo bíceps femoral da coxa esquerda. A jogadora desfalcou o Brasil na estreia, deixando o protagonismo para o hat-trick de Cristiane.

A boa notícia indica o retorno da alagoana eleita seis vezes melhor do mundo ao time. Mas o técnico Vadão não garantiu sua escalação após o treino de ontem. Caso jogue, em campo, Marta terá um duelo particular com a também atacante Samantha Kerr. A capitã australiana é uma das atletas mais influentes do país. Não só dentro de campo. Kerr é uma das responsáveis pela reivindicação de equiparação salarial entre o futebol masculino e feminino na Austrália. Na última sexta-feira, o salário mínimo foi conquistado pelas jogadoras.

Ela sabe que ainda está muito longe das dezenas de milhões deles. Mas não é isso que ela quer. O desejo da atacante é apenas a redução do abismo. “Somente que sejamos remuneradas corretamente e de maneira equitativa levando em consideração a quantidade de trabalho e de investimentos que fazemos no nosso esporte”, explicou, em entrevista no ano passado.

Ainda com muito trabalho a fazer, Kerr acredita no papel inspirador das mulheres dentro de campo. “É um objetivo apaixonante”, explicou recentemente.

Para seguir em sua busca pelo prêmio de Melhor do Mundo, a australiana vai precisar reagir rápido, como avaliou o técnico Ante Milicic após a derrota para a Itália. Aprender com os erros é o mote. “As meninas têm orgulho, então elas vão se reerguer”, disse o comandante das Matildas.

A partida entre as duas seleções em busca do seu protagonismo mundial começa às 13h (horário de Brasília). O jogo acontece no Stade de la Mosson, na cidade de Montpellier.

Atualmente, o ranking da Fifa pesa a favor para as meninas da terra do canguru. Elas estão em 6º, enquanto as brasileiras são as 10ª. O que ainda falta a Brasil e Austrália para confirmar suas grandezas no futebol feminino é justamente o que buscam nessa Copa do Mundo da França: o título.

FICHA DA PARTIDA – AUSTRÁLIA x BRASIL

Austrália: Lydia Williams; Steph Catley, Alanna Kennedy, Clare Polkinghorne e Ellie Carpenter; Emily Van Egmond, Tameka Yallop e Chloe Logarzo; Hayley Raso, Caitlin Foord e Sam Kerr. Técnico: Ante Milicic.

Brasil: Barbará; Letícia Santos, Kathellen, Mônica e Tamires; Formiga, Thaisa e Marta (Beatriz); Andressa Alves, Debinha e Cristiane. Técnico: Vadão.

Copa do Mundo Feminina França 2019 (2ª rodada – Grupo C) Local: Stade de la Mosson, Montpellier. Horário: nesta quinta-feira (13), às 13h (horário de Brasília). Árbitra: Esther Staubli (Suíça) Auxiliares: Sian Massey (Inglaterra) e Susanne King (Suíça).


FECHAR