publicidade
24/05/19
Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

Sport vence o Londrina por 3×2 e entra no G-4 da Série B

24 / maio
Publicado por Filipe Farias em Notícias às 23:27

O Sport segue invicto no Brasileiro da Série B. Em uma partida bastante movimentada, os rubro-negros voltaram a vencer na competição e, desta vez, bateram o Londrina por 3×2, nesta sexta-feira (24), na Ilha do Retiro, pela 5ª rodada. Os gols da partida foram marcados por Hernane Brocador (três), com Augusto e Germano descontando para os paranaenses.

Com os três pontos conquistados, o Leão chega aos nove pontos e, temporariamente, ocupa a 4ª posição (sábado e domingo acontecem o complemento da rodada). O time rubro-negro volta a campo na próxima terça-feira (28), para encarar o Operário, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, no Paraná.

LEIA MAIS:

Ouça o hat-trick de Hernane Brocador nas ondas da Rádio Jornal

O JOGO

Disposto a quebrar o jejum de vitórias dentro de casa, o Sport começou a partida de maneira incisiva e pressionando bastante o Londrina. Não demorando muito para os rubro-negros levarem perigo à meta da equipe paranaense. Logo aos quatro minutos, o volante Charles recebeu passe na entrada da área e disparou um chute rasteiro no cantinho… A bola saiu quicando no gramado e quase engana o goleiro Matheus Albino, que se esticou para desviar e mandar para escanteio.

Aproveitando o ímpeto inicial, o Leão resolveu arriscar mais vezes. Quem também tomou a iniciativa foi Guilherme. Inquieto, o atacante se movimentava bastante, sempre pedindo jogo. Porém, a pontaria não estava calibrada. Em 20 minutos, o camisa 11 já tinha feito quatro finalizações: nenhuma foi em direção ao gol.

Como as coisas não estavam dando certo na hora do arremate, Guilherme resolveu adotar o espírito de garçom e passou a servir os companheiros. Deu certo! Aos 29 minutos, o atacante rubro-negro desceu pela direita, foi à linha de fundo e, mesmo marcado, conseguiu cruzar rasteiro para Hernane Brocador, que se antecipou do marcador e escorou a bola para abrir o placar: 1×0.

Mesmo em vantagem, o Sport seguiu mantendo o ritmo e não permitiu que o Londrina explorasse os contra-ataques. Tanto que o goleiro Maílson não foi exigido em nenhum momento na primeira etapa, somente em bolas alçadas na área – todas sem perigo.

A equipe paranaense voltou para a segunda etapa adotando uma postura mais ofensiva e passou a atuar no campo defensivo do Sport. Logo aos sete minutos, o atacante Uelber desceu pela esquerda, entrou na área e chutou cruzado para a defesa de Maílson. A resposta do Leão foi imediata. Aos 12, boa triangulação entre Charles, Noberto e Ezequiel, que recebe livre dentro da área e cruza a meia altura para Hernane chegar de peito e ampliar o marcador: 2×0.

O gol sofrido não abateu o Tubarão. E, ao reiniciar o jogo, já conseguiu descontar. Aos 15, Higor Leite cobrou falta lateral e o zagueiro Augusto subiu mais que os defensores do Sport para cabecear e diminuir o placar: 2×1. Empolgado, o Londrina aproveitou o momento positivo para empatar o jogo. Após saída errada de João Igor, aos 17 minutos, Igor Leite aproveitou a bobeada e disparou em direção ao gol, mas preferiu rolar para Uelber, que acabou sendo derrubado por Sander dentro da área: pênalti. Na cobrança, Germano marcou: 2×2.

Assim como fez na partida contra o América-MG, Guto Ferreira voltou a apostar nas entradas de Leandrinho e Hyuri. E, mais uma vez, funcionou. Com as substituições, o Sport ficou mais vertical, sempre que tinha a posse de bola partia em direção à meta de Matheus Albino. Em uma dessas investidas, o desempate. Aos 29, Hyuri abriu na esquerda para receber, entrou na área e cruzou rasteiro para Hernane marcar o seu terceiro gol na noite: 3×2.

Com o placar em vantagem, o Sport conseguiu segurar a vitória até o apito final e chegou à quarta colocação, com nove pontos conquistados.

Ficha do jogo

SPORT

Maílson; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; João Igor (Hyuri), Charles e Sammir (Leandrinho); Guilherme, Ezequiel (Yago) e Hernane Brocador. Técnico: Guto Ferreira.

LONDRINA

Matheus Albino; Raí Ramos, Marcondes, Augusto e Felipe Vieira; Germano, Romulo e Higor Leite (Arthur Caculé); Marcelinho (Paulinho Moccelin), Anderson Oliveira e Safira (Uelber). Técnico: Alemão.

Local: estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE).
Árbitro: Wagner Reway (PB).
Assistentes: Oberto da Silva Santos e Kildenn Tadeu Morais de Lucena (ambos da PB).
Gols: Hernane, aos 29 do 1º tempo, aos 12 e aos 29 do 2º tempo; Augusto, aos 15, e Germano, aos 18 do 2º tempo.
Público: 12.028.
Renda: R$ 185.036,00.


FECHAR