publicidade
20/05/19
Quatro nomes são os mais cotados na lista do Santa Cruz. Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial // Rodrigo Lôbo/JC Imagem // JC Imagem // JC Imagem
Quatro nomes são os mais cotados na lista do Santa Cruz. Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial // Rodrigo Lôbo/JC Imagem // JC Imagem // JC Imagem

Santa Cruz elege favorito a novo treinador, mas não descarta nomes conhecidos

20 / maio
Publicado por Diego Borges em Brasileirão Série C às 12:01

A busca do Santa Cruz pelo novo treinador da temporada 2019 afunilou. Após demitir o técnico Leston Júnior na madrugada do último domingo, o clube partiu em busca de nomes para o cargo e nesta segunda-feira, fechou o cerco para quatro nomes, sendo três deles conhecidos do futebol pernambucano.

Segundo a reportagem conjunta da Rádio Jornal e do JC, principal nome é o de Roberto Fonseca. O treinador de 56 anos é ex-jogador e é tido como o favorito para assumir o comando, porém tem abertura no mercado de clubes da Série B e por conta disso o acerto é visto como difícil no Arruda.

LEIA MAIS

Programa Movimento Esportivo estreia nas noites da Rádio Jornal

Santa Cruz anuncia no Twitter demissão do técnico Leston Júnior

Fonseca é treinador desde 2001 e trabalhou em diversos times do interior de São Paulo e do Paraná, mas ganhou maior notoriedade na carreira na última temporada, após conquistar a Copa do Nordeste pelo Sampaio Corrêa e levar o Londrina aos 55 pontos na Série B, cinco a menos que o quarto colocado, que garantiu acesso à Série A.

VELHOS CONHECIDOS

Como plano B, o Santa Cruz trabalha com nomes já rodados no futebol pernambucano. Márcio Goiano, ex-técnico do Náutico, demitido após a derrota alvirrubra para o Ferroviário, negou que tenha sido procurado pelo Tricolor. “Não recebi nenhum contato”, afirmou o treinador. “Já estou em Goiânia. Meu vínculo com o Náutico ainda é muito forte. Como não teve nada, isso nem me alimenta”, ratificou após ser questionado sobre assumir o comando do Santa.

Demitido no início de abril pelo CRB e ex-treinador do clube na reta final da última Série C, Roberto Fernandes é outro nome que interessa o regresso. Assim como Vica, que conquistou o acesso à Série B com o Tricolor em 2013. Seu último trabalho, em 2019, foi à frente da Portuguesa na Série A2 do Campeonato Paulista, onde evitou o rebaixamento da equipe.

TAMBÉM NÃO FORAM PROCURADOS

Outros dois nomes entre os especulados no radar do Santa Cruz não receberam contato do clube. Marcelo Veiga, ex-técnico do Bragantino, foi demitido no ato da fusão com o clube e a Red Bull, que passou a tomar conta do departamento de futebol e reformulou o setor por completo. Veiga, inclusive, detém o recorde de treinador em atividade com mais jogos à frente de um clube, com 516 partidas em seis passagens pelo Massa Bruta.

“Ninguém me procurou oficialmente do Santa Cruz, só a imprensa para saber se houve o interesse”, disse o treinador à reportagem do JC, antes de sinalizar interesse caso receba eventual proposta concreta. “Claro. Sem dúvida. Um clube grande e de tradição. Dependendo do projeto, com certeza teria a disponibilidade, sim. Aliás, estou em São Paulo fazendo um estágio com o (Fábio) Carille (técnico do Corinthians), para acompanhar o trabalho dele e dar uma reciclada, aproveitar esse momento. Mas oficialmente do Santa Cruz, ninguém me procurou.”

Recém demitido no Vitória, o técnico Cláudio Tencati também negou que tenha recebido contato do Santa Cruz. “Não tenho nenhuma informação concreta, só se houve contato direto com a empresa que eu trabalho, mas não tenho nenhum contato de ninguém do clube a priori. Até porque só fui anunciado da minha saída do Vitória ontem, às cinco da tarde. Sei que futebol é dinâmico, mas foi muito recente. Inclusive, ainda estou no clube (Vitória) finalizando as minhas questões de acerto. Mas a princípio, não tem nada de concreto”, reiterou.


FECHAR