publicidade
03/05/19
Charles é um dos remanescentes do ano passado no Santa Cruz. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Charles é um dos remanescentes do ano passado no Santa Cruz. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

“Não vai ser novidade”, diz volante do Santa Cruz sobre dois jogos seguidos no Castelão

03 / maio
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 18:15

O Santa Cruz vai disputar os próximos dois jogos na Arena Castelão contra o Ferroviário (Série C) e Fortaleza (Copa do Nordeste), respectivamente. Para o volante Charles, o time coral precisará se acostumar rapidamente com o campo da capital do Ceará. Ele frisou que é um gramado diferente do estádio do Arruda.

“A gente já jogou lá esse ano contra o Ceará. Então, não vai ser uma novidade para a gente. Espero que possamos se adaptar o mais rápido possível ao campo de lá, que é diferente do nosso e possamos fazer duas partidas importantes lá. Além disso, possamos sair fortalecidos dessa sequência para as competições”, afirmou o cabeça de área.

LEIA MAIS

Treinador do Santa Cruz quer parar atacante do Ferroviário

Santa Cruz contrata atacante Misael para a Série C do Brasileiro

Gerente afirma que Anderson fica no Santa Cruz

Por conta dos dois jogos seguidos em Fortaleza, a delegação coral embarca neste sábado e só volta na sexta-feira. Os compromissos estão marcados para domingo e quinta-feira. Fato que Charles minimizou e ressaltou que o Santa já está acostumado a passar um período maior longe de casa.

“Estamos acostumados, fizemos muitos jogos e viagens neste ano, principalmente no Pernambucano. Sabíamos que isso iria acontecer e nos estamos preparados para que a gente possa passar da melhor forma possível”, disse.

LOGÍSTICA

Depois de passar quase uma semana no Ceará, o Santa Cruz volta para o Recife na sexta-feira e no dia seguinte viaja para João Pessoa, na Paraíba, onde enfrenta o Botafogo-PB, na segunda-feira, pela 3ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Questionado sobre o desgaste na viagem, o volante Charles se mostrou confiante no trabalho do departamento de futebol coral.

“O pessoal que faz a logística é bastante qualificados, se foi estabelecido assim, essa é a melhor forma”, finalizou.


FECHAR