publicidade
15/03/19
Foto: Gabriela Máxima/Editoria de Esportes
Foto: Gabriela Máxima/Editoria de Esportes

Sport corrige próprio erro e valoriza ainda mais a Copa do Nordeste

15 / mar
Publicado por Thiago Wagner em Notícias às 12:16

A volta do Sport para a Copa do Nordeste a partir de 2020 significa mais do que a inclusão da competição regional no calendário do ano que vem. Ela simboliza também o reconhecimento de um erro estratégico cometido no passado pelo clube. Sair do Nordestão se mostrou uma decisão equivocada – ainda mais após as mudanças de regulamento, que valorizam os clássicos, e o aumento de premiação.

Só para se ter uma ideia, nos dois anos que ficou de fora (incluindo já 2019), o Leão deixou de ganhar uma cifra de aproximadamente R$ 3 milhões, somando as duas edições ausentes. Isso se a equipe rubro-negra tivesse apenas jogado a primeira fase, sem se classificar. Tomando que o Sport nunca deixou de figurar na segunda fase desde que a competição voltou, essa quantia poderia ser muito maior.

LEIA MAIS:
Presidente confirma retorno do Sport para a Copa do Nordeste

Para se ter uma ideia de como essa quantia é relevante e vem aumentando a cada temporada, em 2017, quando o Leão foi vice-campeão, a quantia embolsada foi bastante inferior – cerca de R$ 2,15 milhões.

O detalhe é que a equipe rubro-negra embolsaria esse valor sem precisar entrar em campo para se classificar. Como tem bom ranking nacional – é o atual 16º colocado, está automaticamente classificado a cada ano, independente de ser campeão do Pernambucano.

Ou seja, com a situação delicada que o Sport vive financeiramente, jogar a Copa do Nordeste e embolsar uma grana “só para entrar em campo” é o dinheiro “mais fácil” que o Leão poderia obter atualmente.

SPORT GANHA E TODOS TAMBÉM

Mas a volta rubro-negra é positiva não só para o time. O Nordestão também fica valorizado com o retorno leonino, que é um time de peso grande. Basta ver que em cinco participações, o Sport esteve em quatro semifinais, se classificando em duas delas para a final. O desempenho é tão positivo que mesmo ausente no ano passado, o Leão está em quinto no ranking de clubes da competição, atrás apenas de Bahia, Santa Cruz, Ceará e Vitória. Essa lista leva em consideração a soma da pontuação das equipes ao longo das competições.

Acaba que a volta rubro-negra é boa para todos. Ganha o Sport, ganha o Nordestão e ganha o torcedor, que poderá ver mais grandes jogos no maior regional do mundo.


FECHAR